agencia

Pautas

30/11/2018 às 08:00

Prefeitura realiza Dia D da Semana de Combate ao Aedes aegypti nesta sexta-feira (30)

Da Redação
Agência São Luís
A-A+ Tamanho da Letra
Local:
UEB JOSÉ DE RIBAMAR BOGÉA
Horário:
30/11/2018 às 08:00h
Endereço:
Bloco B, Rua N - Cidade Olímpica (próximo a delegacia)
Contatos:
SECOM | Prefeitura de São Luís
Email: imprensaprefeituraslz@gmail.com
(98) 3212-8042 // (98) 98189-0404

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), está realizando a Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti, com diversas atividades pela cidade visando à eliminação de focos do mosquito transmissor das arboviroses (dengue, zika e chikungunya). Nesta sexta-feira (30), será realizado o Dia D, com ações realizadas pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado e Universidade Ceuma, na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) José Ribamar Bogéa, na Cidade Olímpica. A ação é mais uma iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, que promove de forma constante e intensiva o combate ao inseto.

Uma corrida com participação dos agentes de combate às endemias abre a programação do Dia D de combate ao mosquito na Cidade Olímpica, às 8h e se estenderá até às 12h no interior da U.E.B. José Ribamar Bogéa, com ações desenvolvidas em parceria pela Semus, Agência Executiva Metropolitana, Secretaria de Estado da Saúde e Universidade Ceuma. Serão oferecidas gratuitamente vacinação animal e humana e atendimento para medição de pressão arterial e glicemia, avaliação nutricional e consulta em clínica médica.

Dentro das atividades que ocorrerão unidade da rede escolar estão previstas palestra com participação do Cidadão Limpeza, personagem símbolo da campanha de limpeza da Prefeitura de São Luís. Na palestra será abordada a necessidade de reforçar permanentemente a política de gestão dos resíduos sólidos implantada pelo prefeito Edivaldo. Ainda como parte da programação, o Comitê Gestor de Limpeza Urbana intensifica as ações de limpeza com mais um Bota Fora de porta a porta em todas ruas e em pontos onde seja identificado descarte irregular de resíduos sólidos na Cidade Olímpica.

Prova de que as ações têm dado certo é a redução do número de casos da dengue na capital que, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, apontam que este ano foram registrados cerca de 500 casos da doença, de janeiro a outubro contra cerca de 960 no mesmo período do ano passado, o que significa uma redução em torno de 52%.