agencia

Notícias

Atualizado em 17/03/2017 às 16h05

Prefeitura realiza seminário educacional para socializar experiências de sucesso no ensino público

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura realiza seminário educacional para socializar experiências de sucesso no ensino públicoMais de 400 professores, gestores e coordenadores pedagógicos da rede pública municipal de ensino de São Luís participaram, nesta sexta-feira (17), no auditório do Hotel Abbeville, no São Francisco, do Seminário de Avaliação Educacional "Uma ferramenta de acompanhamento e monitoramento da gestão pedagógica e gerencial do ensino – experiência educacional de Sobral/Ceará". O evento foi realizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com o objetivo de socializar a experiência educacional de Sobral, que tem a rede de educação pública do Brasil mais bem avaliada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

O secretário de Educação de São Luís, Moacir Feitosa, participou da mesa de abertura, destacando a importância de o município de São Luís compartilhar experiências. "São exemplos que contribuem para a melhoria da educação no país, na perspectiva de somar com o trabalho desenvolvido pela administração do prefeito Edivaldo, que tem investido no desenvolvimento da educação municipal com cursos, formações e ações de valorização dos educadores, o que fez com que o município de São Luís retomasse a curva de crescimento do Ideb. Que a experiência de Sobral nos estimule e anime a seguir em frente, no propósito que temos, como educadores, de ver a educação na nossa cidade cada dia melhor", discorreu o titular da Semed.

Para apresentar a experiência da cidade de Sobral, no Estado do Ceará, a Prefeitura de São Luís trouxe para o Seminário de Avaliação Educacional da Semed o professor Pedro Grandson Aguiar, pesquisador e gestor escolar, e a professora Lira Augusta Soares Santana, gestora da Escola Emílio Sendim, no bairro Domingos Olímpio, na cidade de Sobral. A Emílio Sendim, ao lado da escola municipal São Joaquim, também no Ceará, lidera o ranking do Ideb, com nota 9,8 (números relativos a 2015, divulgados em setembro de 2016, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep). Os números divulgados pelo Inep também mostraram que, no que se refere aos primeiros cinco anos do ensino fundamental, 77 das 100 melhores escolas públicas do Brasil estão no Ceará.

PALESTRAS

A experiência de Sobral foi demonstrada em números, relatórios, planilhas e gráficos, pelos professores Pedro Grandson e Lira Augusta, que ao final de suas apresentações, dialogaram com os educadores de São Luís, para esclarecer suas dúvidas. Na sua primeira palestra pela manhã, Pedro Grandson falou sobre "A estratégia da Educação no município de Sobral", onde apresentou uma visão geral do município, destacando as ações realizadas pelo poder público que determinaram o crescimento educacional da cidade.

Na parte da tarde, o professor e pesquisador destacou o "Fortalecimento da ação pedagógica e elevação da proficiência em língua portuguesa e matemática dos estudantes de 6º ao 9º ano do ensino fundamental", na forma de um relato de experiência do trabalho realizado pela rede municipal de Sobral. "O que fazemos em Sobral é nos organizar, mas a mudança veio primeiramente por uma decisão política, da gestão municipal dar prioridade para a Educação", enfatizou Pedro Grandson.

O combate às faltas, avaliações semanais que baseiam o planejamento da semana seguinte e o ensaio de um tempo integral que oferece reforço escolar no contraturno são três das ações da gestão pública municipal de Sobral que colocaram a cidade no primeiro lugar do ranking nacional do Ideb. A professora Lira Augusta falou sobre o fortalecimento da gestão de sala de aula e gestão escolar, destacando a experiência dela como gestora da Escola Emílio Sendim. "Fomos à procura de estratégias para superar desafios e alcançar resultados de excelência, com ações focadas de incentivo à leitura e de qualificação das proficiências dos estudantes em matemática, língua portuguesa e outras disciplinas", conta Lira, que vê a educação como um trabalho missionário. "Somos agentes de transformação", assegura.

Para a coordenadora do Núcleo de Avaliação da Semed, Vera Lúcia Gonçalves Pires, a socialização de experiências exitosas na área de Educação contribuem para a melhoria das práticas pedagógicas e gerenciais, aumentando consequentemente a proficiência dos estudantes.

Suely Mendes Guterres, gestora da escola municipalizada U.I. Felipe Conduru, no São Cristóvão, diz que o seminário lhe trouxe um novo ânimo e parabenizou a Prefeitura de São Luís pela realização do evento. "É sinal de que a Semed realmente está comprometida com a Educação", destacou. A professora Sandia Myllena Nascimento, da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Josué Montelo (Coheb/Sacavém), disse que o seminário trouxe reflexões importantes que vão contribuir para a melhoria da gestão escolar e pedagógica nas unidades de educação básica de São Luís.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem