agencia

Notícias

Atualizado em 18/04/2017 às 14h17

Prefeitura de São Luís participará do Fórum BNB de Infraestrutura

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís participará do Fórum BNB de InfraestruturaA Prefeitura de São Luís participará do Fórum BNB de Infraestrutura que acontece na sede do Banco do Nordeste, em Fortaleza (CE), nesta quarta-feira (19). O objetivo é ampliar e dinamizar as oportunidades para a economia da capital maranhense no cenário de recessão, além de buscar novos investimentos para o setor.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), Pablo Rebouças, vai representar o prefeito Edivaldo no evento e integra a comitiva estadual do banco. Na semana passada, o superintendente do BNB, José Expedito, formalizou o convite ao prefeito que confirmou a participação do município no fórum.

Com um pacote de leis ancorado na política de incentivos fiscais aprovados desde 2014, o município de São Luís apresenta condições favoráveis para prospecção de investimentos. Pablo Rebouças acredita que o leque de amparo a mais de 450 atividades seja um argumento sólido para o empresariado. "O evento será uma oportunidade para que o município de São Luís apresente aos empresários as condições ideais que preparamos para investimentos em diversos setores. Temos uma grande necessidade de investimentos em infraestrutura em São Luís, assim como em todo estado do Maranhão, e será esta uma oportunidade de avançarmos com soluções", ressalta Rebouças.

Estão programados dois painéis durante o Fórum. O primeiro vai abordar a infraestrutura como base para o desenvolvimento. No segundo momento, serão apresentados os desafios e oportunidades para o financiamento da infraestrutura no Nordeste. Entre os dois painéis e na conclusão do fórum haverá ciclos de debates em torno do tema.

FUNDO

As expectativas de operacionalização do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), com menores juros do mercado, abaixo até mesmo de instituições financeiras de fomento como BNDES, será um dos principais atrativos para empresas com interesse em investir na região. O fundo é um instrumento de política pública federal gerenciado pelo BNB. A previsão é que neste ano sejam aplicados em operações de créditos R$ 26,1 bilhão, sendo R$ 11,4 bilhões para a infraestrutura.

O FNE está sendo operacionalizado para empresas com rendimentos anuais brutos de até R$ 90 milhões, com juros de 8,55% ao ano. Considerando o bônus de adimplência de 15%, os juros caem mais ainda, ficando em 7,27%. Para as empresas com rendimentos acima deste patamar, os encargos têm taxa de 10,4%. Com o bônus são reduzidos para 8, 62%. Os menores encargos são para financiamento de projetos de tecnologia, inovação e ciência.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem