agencia

Notícias

Atualizado em 13/06/2017 às 18h21

Pré-conferência da Saúde chega aos distritos da Cohab e Coroadinho

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Na fase final de realização das pré-conferências de Saúde, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e do Conselho Municipal de Saúde (CMS), reuniu nesta terça-feira (13), representantes dos distritos da Cohab e Coroadinho para discutir o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), nessas localidades. A última pré-conferência será realizada nesta quarta-feira (14), a partir das 8h, na Vila Maracanã, com a participação do distrito Vila Esperança.

A pré-conferência Cohab e Coroadinho teve a participação de gestores das unidades de saúde, representantes dos conselhos comunitários, trabalhadores da saúde e usuários dos serviços que apresentaram suas inquietações e avaliaram o desempenho do SUS frente à crescente demanda de atendimento nesses distritos, propondo melhorias.

Na ocasião, técnicos da Semus fizeram uma apresentação identificando os principais problemas de saúde e explicando o comportamento dos indicadores de saúde específicos daquela região, destacando os investimentos da Prefeitura na recuperação da rede assistencial, com as reformas realizadas nas unidades de saúde do Turu, Carlos Macieira, Cohab, Genésio Ramos, Fátima e da Unidade Mista do Coroadinho, que foi totalmente revitalizada em 2013, possibilitando a instalação de novos leitos de retaguarda para a rede de urgência e emergência da capital.

SATISFAÇÃO

A diretora do Centro de Saúde do Bairro de Fátima, Célia Bastos, disse que a unidade atende a mais de 20 mil pacientes mensalmente, e a pré-conferência colabora para mostrar o nível de satisfação dos usuários. "Esse encontro democrático soma com a gestão municipal na busca de melhoria dos serviços, porque a comunidade pode apresentar ideias para solucionar e ou minimizar os problemas", afirma.

O superintendente de Planejamento da Semus, Henrique Jorge dos Santos, destacou o caráter democrático das pré-conferências. "É uma audiência pública que proporciona um momento único de debates que ajudam a fortalecer o SUS. A partir do que for apresentado vamos para a construção dos Planos Plurianual e Municipal de Saúde, para o período de 2018 a 2020, com a participação popular e acolhendo as principais demandas", explicou.