agencia

Notícias

Atualizado em 09/08/2017 às 18h10

Prefeitura já distribuiu 124 toneladas de produtos do Programa de Aquisição de Alimentos este ano

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Programa de Aquisição de Alimentos da Prefeitura já distribuiu 124 toneladas de produtos em 2017A segunda edição do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) completa sete meses e já distribuiu 124 toneladas de produtos a 4.800 famílias de 24 bairros da capital, de fevereiro a julho deste ano. A ação da Prefeitura de São Luís promoveu mudança da zona rural da capital, na vida dos produtores e dos contemplados com as cestas de alimentos, frutos da compra direta da produção local. Os alimentos são entregues diretamente à população em vulnerabilidade social e também para os equipamentos sociais do municipio.

"É um programa completo em todas as suas vertentes por garantir boa alimentação às populações em vulnerabilidade, por estimular a qualidade e o aumento da produção familiar rural e por promover e geração de emprego e renda aos produtores de forma permanente. Uma ação que vamos manter sempre no intuito de ampliar a mais famílias e fortalecer a atividade e melhores condições de trabalho na zona rural", pontuou o prefeito Edivaldo.

O programa cumpre sua função quando garante o alimento na mesa de quem precisa, pontua o vice-prefeito, Julio Pinheiro. "É mais uma edição de sucesso e que mostra o compromisso do prefeito Edivaldo com as comunidades mais vulneráveis. O PAA se consolida como uma das grandes ações na área da Segurança Alimentar e promove saúde ao tornar acessível essa alimentação mais adequada. É um programa de grande importância social", avaliou.

A secretária municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fatima Ribeiro destacou a importância do programa para milhares de famílias em vulnerabilidade social e alimentar. "O programa foi priorizado pelo prefeito Edivaldo que determinou sua continuidade e com isso, os esforços que a gestão tem feito para garantir a promoção das políticas públicas de Segurança Alimentar", ressalta a gestora.

Fatima Ribeiro destaca que o programa movimenta uma ampla cadeia produtiva tendo grande impacto social. "Batalhamos muito pela implantação deste programa, sempre tendo o apoio irrestrito do prefeito Edivaldo. Quem mais ganha com isso é a população de São Luís", reforça.

A coordenadora do programa, Fernanda Buzar, enfatizou a contribuição decisiva do PAA na condução e êxito da política alimentar. "Desde a primeira gestão do prefeito Edivaldo, o PAA se mostra viável e acessível ao publico-alvo. Uma vez firmado este compromisso com a população, ele se mantém a cada etapa com melhorias e mais inclusão", disse. No conjunto de produtos do PAA estão folhas, verduras, frutas, farinha, feijão, polpa de fruta e uma variedade de itens que têm como principal característica a qualidade nutritiva.

O PAA atende pessoas cadastradas nos Centro de Referência e Assistência Social (Cras) e Centro Especializado de Referência e Assistência Social (Creas), além de instituições de apoio social como a Casa do Bairro, Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), coordenados pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas). Os recursos são destinados pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) com contrapartida do Governo do Estado.

CONTEMPLADOS

Nesta quarta-feira (9), foram contempladas 200 famílias do bairro Anjo da Guarda com as cestas de alimentos do PAA. Para quem recebeu os produtos, a satisfação é grande pela continuidade do programa que pela segunda vez beneficia o bairro. "É um programa muito bom, que eu nunca tive conhecimento que nenhum outro prefeito tenha feito e que esse fez, uma coisa tão boa. Eu gosto do que vem porque é coisa boa e de qualidade. É uma grande ajuda", disse a aposentada Tereza Marques, 66 anos.

Na mesa dos beneficiados, os alimentos se transformam em refeições mais balanceadas para centenas de pessoas, principalmente, crianças, que necessitam de determinados nutrientes para seu desenvolvimento, e idosos que devem ter maior atenção à saúde. Para a vendedora de bijuterias Maria Auxiliadora Pereira e Castro, 45 anos e moradora do bairro, o programa realiza a missão social de garantir alimento para os mais carentes. "Muitos que estão aqui não têm como ter estes produtos todos em casa. Esse programa é muito importante", avaliou.

A dona de casa Elieze Cantanhede, 24 anos, agradeceu aos alimentos. Acompanhada do marido e de duas filhas pequenas, ela disse que sempre se faz presente às entregas. "É a segunda vez que recebo e pode não ser muito para quem tem, mas a gente, que não possui uma grande condição, qualquer apoio é válido e esse programa é muito válido. Tudo que tem aqui nessa cesta é de boa qualidade", avaliou. A entrega foi realizada na sede da Igreja Assembleia de Deus – Rua Tunísia, Fumacê.

"O PAA vem mudando a realidade de milhares pessoas ofertando alimentos ricos em nutrientes e combatendo o cenário de insegurança alimentar", reforça a secretária Fatima Ribeiro. No conjunto de produtos distribuídos na cesta de alimentos estão verduras (alface, cheiro verde, joão gome etc), legumes (cenoura, batata, batata doce etc) e frutas (banana, melancia, abacaxi etc), entre outros.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem