agencia

Notícias

Atualizado em 12/08/2017 às 12h40

Prefeitura entrega mais duas escolas reformadas no Planalto Vinhais

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 

Prefeito Edivaldo entrega mais duas escolas reformadas no Planalto Vinhais

"Não há nada melhor que a consciência do dever cumprido. Entregar em um mesmo bairro duas escolas importantes, totalmente requalificadas, nos dá imensa alegria de saber que estamos no caminho certo, priorizando a educação como tem de ser", disse o prefeito Edivaldo, ao entregar neste sábado (12), as obras de reforma das Unidades de Educação Básica (U.E.B.) Menino Jesus de Praga e Tom e Jerry, no Planalto Vinhais II que integram a programação de aniversário de 405 anos de São Luís. Só este mês a Prefeitura já entregou cinco escolas reformadas. 

"Estamos desenvolvendo o maior programa de reforma de escolas já executado na nossa cidade, priorizando a educação em todos os seus aspectos, por meio do programa municipal 'Educar Mais', uma de nossas políticas educacionais que contempla ações que vão desde a entrega de unidades escolares melhor estruturadas e com ar condicionado, a qualificação de educadores da rede, a aquisição de materiais pedagógicos importante para o desenvolvimento do trabalho em sala de aula e, ainda, proporcionando as condições dignas de trabalho aos nossos educadores", acrescentou o prefeito Edivaldo.

Acompanhado pela primeira-dama, Camila Holanda; o vice-prefeito Julio Pinheiro e pelo secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, Edivaldo descerrou a placa de reinauguração das unidades e visitou as instalações melhoradas dos prédios escolares entregues.

Participaram também do ato de entrega das U.E.Bs Menino Jesus de Praga e Tom e Jerry os vereadores Joãozinho Freitas, Josué Pinheiro e Paulo Victor; os secretários municipais Madson Leonardo Andrade (Habitação e Urbanismo), Andréia Lauande (Crianças e Assistência Social), Canindé Barros (Trânsito e Transporte), Conceição Castro (Comunicação), Fatima Ribeiro (Segurança Alimentar), Tati Lima (Informação e Tecnologia); Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos); o presidente da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico, Aquiles Andrade; a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís, Carolina Estrela, e as diretoras da escolas entregues, Mary Bogéa (Menino Jesus de Praga) e Karine Barbosa (Tom e Jerry).

OBRAS

As obras de reforma das unidades entregues fazem parte do programa municipal "Educar Mais", lançado no fim do mês de junho pelo prefeito Edivaldo. A melhoria continuada da infraestrutura física das escolas integra o conjunto de cinco pilares do programa. As escolas foram entregues totalmente climatizadas.

"Uma grande frente de trabalho de restauração de escolas municipais, entregando unidades mais adequadas ao processo ensino-aprendizagem de nossos alunos e com melhores condições de trabalho aos educadores, pois entendemos a educação em uma dimensão bem mais ampla e como fator primordial de libertação, mudança de vida, ascensão e inclusão social", observou o vice-prefeito Julio Pinheiro.

Entre os serviços realizados nas duas unidades de ensino estão a substituição de madeiramento estrutural do telhado, dos forros de PVC, de todo o cabeamento da rede elétrica (luminárias, lâmpadas e ventiladores), do piso deteriorado por novo piso industrial, das lousas deterioradas por novos quadros laminados, da rede hidrossanitária (vasos e assentos sanitários, cubas e torneiras) e de portas.

A U.E.B. Menino Jesus de Praga atende cerca de 600 alunos, distribuídos em oito salas, nos três turnos. Além dos espaços administrativos e pedagógicos, a unidade recebeu melhorias em todas as salas, na biblioteca, cozinha e pátio interno. Já as reformas realizadas na Unidade de Educação Infantil Tom e Jerry, que atende 220 crianças de 3 a 5 anos, em seis salas de aulas, contemplaram serviços de melhorias na brinquedoteca, espaços de recreação, cantinho de leitura, refeitório, pátio interno, entre outros espaços da unidade.

Segundo o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, já foram entregues 60 escolas municipais totalmente reformadas. "E a nossa meta é entregar até o final deste ano outras 120 unidades requalificadas, porque a determinação do prefeito Edivaldo é fecharmos o ano com a programação de entregas de escolas plenamente cumprida", enfatizou Moacir Feitosa.

EDUCAR MAIS

O programa municipal de educação "Educar Mais" tem foco na aprendizagem, monitoramento, formação continuada, gestão e infraestrutura. Por meio do programa está sendo realizado o diagnóstico da qualidade do ensino oferecido na rede pública municipal de São Luís com o objetivo de acompanhamento, monitoramento e tomada de decisões.

O programa inclui em seu método de aplicação a criação de quatro programas para atendimento mais adequado às melhorias da infraestrutura física. São ações de manutenção preventiva e corretiva; reforma e ampliação; construção e terraplanagem; e implantação do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT). O PMAT é destinado para apoio a projetos de melhoria da eficiência, qualidade e modernização de setores da administração pública.

O "Educar Mais" executa ainda o programa de Intervenção Pedagógica que atua na solução das questões de alfabetização na escola, sendo a prioridade alfabetizar no tempo correto. Informatizar e modernizar a rede, oportunizar formação continuada aos professores, promover a avaliação educacional dos alunos e preparação para a Prova Brasil também são outros pontos do programa.

"A escola ficou maravilhosa depois da reforma. Há muito o prédio estava precisando desses serviços que foram realizados aqui. Minhas filhas estão muito empolgadas agora em ir para a escola", relatou a dona de casa Nilcelene Ferreira, mãe de Ludmila, 9 anos, e Claudimila, 11, alunas da U.E.B. Menino Jesus de Praga.

"Como é gratificante ver que agora nossos filhos vão poder frequentar uma escola digna de receber seus alunos. Sem dúvida, os alunos terão um rendimento muito melhor agora. E isso para nós, país, é extremamente importante", disse Lindinalva Pereira, mãe do aluno Enderson Pietro, 8 anos, também aluno da Menino Jesus de Praga.


QUADRA

Ainda como parte das ações voltadas à educação, foi entregue esta semana mais uma quadra móvel de futebol e equipamentos esportivos do projeto "Olimpíadas do Brincar ao Jogar", da Prefeitura de São Luís em parceria com o Instituto Formação e Alcoa à Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Rosilda Cordeiro, na comunidade Quebra Pote, na zona rural de São Luís. O projeto visa a valorização e o desenvolvimento do esporte e a promoção da saúde e o resgate das brincadeiras tradicionais, como o queimado, pega bandeira e o cabo de guerra.

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, destacou o caráter democrático do projeto. "Este é um projeto que poderá ser compartilhado com todos, pois a quadra móvel poderá ser montada e desmontada dentro e fora da escola, para atender a todas as crianças em eventos promovidos na comunidade, com o acompanhamento dos monitores", explicou o titular da Semed.

Além da U.E.B. Rosilda Cordeiro, também receberam a quadra as Unidades de Educação Básica Recanto dos Pássaros (Jardim América) e Antonino Baldez (Igaraú). Estão marcadas para os dias 16, 23 e 28 de agosto, respectivamente, as entregas das quadras móveis das escolas Arthur Azevedo (Vila Cabral Miranda), Professora Silvia Estela (U.E.B. Infantil, no Maracujá), e Evandro Bessa (Estiva). Ao todo, serão entregues seis quadras para unidades escolares da zona rural, escolhidas ou por não terem quadra dentro da escola ou mesmo na comunidade. "Cuidem da quadra e também da escola, pois elas não são só públicas como também social", aconselhou Lígia Zaidan, representante do Instituto Formação – Incubadora de Esportes e Cidadania.

"É um momento de muita alegria para nós, especialmente para as crianças do Rosilda Cordeiro, e para toda a comunidade, que também será beneficiada", observou a superintendente da Área de Ensino Fundamental (SAEF/Semed), Arsênia Formiga. Também participaram da solenidade de entrega dos equipamentos, o secretário adjunto de Administração e Finanças da Semed, Carlos Viegas e o coordenador do programa Mais Educação pela Prefeitura de São Luís, Luiz Gonzaga II.

Segundo a gestora do Parque Ambiental e analista de Relações Institucionais da Alumar, Francisca Fontes, o projeto das quadras foi construído com a participação dos estudantes das seis escolas contempladas com a quadra móvel e demais equipamentos do projeto "Olimpíadas do Brincar ao Jogar". Ela explica que foi feito um concurso de desenhos nas escolas, que resultaram nas imagens gravadas/impressas nas lonas da quadra móvel. "É um projeto que nos orgulha, pois foi feito com a participação dos estudantes; tem a identidade deles", esclarece Francisca.

Davi da Silva Ferreira, 14 anos, estudante do 8º ano na U.E.B. Rosilda Cordeiro, disse que foi convidado para ser um dos mediadores do projeto dentro da comunidade, tendo adorado o convite. "Estou participando de reuniões e formações para aprender a mediador os jogos e brincadeiras, o que está sendo muito gratificante para mim. E em breve vou poder repassar para os outros alunos. E não é só uma questão de jogar por jogar, mas de aprender a dividir, a trabalhar em grupo e interagir com o próximo", assinalou o jovem.

 PARCERIA

Resultado da parceria entre a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e as empresas Net, Claro, Embratel e o Instituto Crescer, as escolas da rede municipal de Educação serão contempladas com o projeto Educonexão, que promove o uso das novas tecnologias digitais no processo de ensino-aprendizagem.

Estiveram presentes para a formalizar a assinatura da parceria, representando o prefeito Edivaldo, o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa; a diretora do Instituto Crescer, Luciana Allan; o diretor regional da Claro Brasil, Marco Faria; a coordenadora de projetos da Claro Brasil, Patricia Sanches; o promotor, Nacor Paulo; e a gerente operacional da Anatel, Karine Braga, entre outras autoridades e educadores.

O projeto beneficiará 96 educadores com formação em metodologias para promover uma educação inovadora e o uso das tecnologias em sala de aula. E cabeamento para 49 pontos de TV e Internet. Os serviços serão instalados conforme viabilidade técnica de cada localidade onde estão inseridas as escolas.

O secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, ressalta que o Educonexão é um projeto piloto em São Luís e agradece os parceiros pela responsabilidade social em prol da educação. "A felicidade é gigantesca com mais esta parceria que irá colaborar na evolução dos educadores e estudantes da rede pública, principalmente, a qualificação dos professores que será essencial para orientar ao uso correto desta ferramenta, com educação e prevenção em busca de uma sociedade mais justa através do saber", declarou o titular da Semed.

A assessora Técnica Pedagógica da Semed, Patrícia Gomes, considera o projeto um ganho nas atividades desenvolvidas nas escolas municipais, como forma de preparação para o uso adequado da tecnologia e nova ferramenta no processo de ensino-aprendizagem.

Professores da rede municipal ficaram estimulados com a novidade. "A doação será bem vinda para complementar o trabalho de qualidade já desenvolvido nas nossas escolas", disse a professora Waldinéia Duarte, da escola Camélia Costa Viveiros.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem