agencia

Notícias

Terça-feira, 10/07/2018 - 17h23

Direitos da criança e adolescente são debatidos em Conferência Municipal que tem apoio da Prefeitura

A 11° Conferência é um espaço democrático de discussão que reúne poder público e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas Políticas Públicas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente conta com apoio da Prefeitura de São Luís

"Proteção Integral; Diversidades e Enfrentamento às Violências" são os temas debatidos na 11ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que teve início na manhã desta terça-feira (10), no Espaço Orienta, no Renascença. O evento é organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) com apoio da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), e acontece até a próxima quinta-feira (12).

De acordo com a presidente do CMDCA, Janicelma Fernandes, a Conferência é um espaço importante para fortalecer o movimento em defesa dos direitos da criança e do adolescente. "Aqui, são decidas políticas públicas capazes de mudar a vida das pessoas, garantindo oportunidades mais amplas e justas. Como último ato oficial do mandato dessa gestão do CMDCA, esperamos uma excelente conferência", disse a presidente.

Representando o prefeito Edivaldo na cerimônia de abertura, o secretário de Governo, Pablo Rebouças, destacou que o público atendido pela política, precisa ser prioridade máxima. "Os atores aqui presentes são responsáveis pela criação de novos paradigmas e pela construção de estratégias que protejam os direitos de nossos filhos", afirmou o secretário.

A 11° Conferência é um espaço democrático de discussão que reúne poder público e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas Políticas Públicas. Crianças, adolescentes, pais e representantes de órgãos e instituições participam do evento. A conferência traz cinco eixos norteadores para os três dias de trabalho: a Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social; a Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes; o Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes; a Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes; e os Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Criança e Adolescentes.

Para a secretária da Semcas, Andreia Lauande, a execução das políticas públicas no município são prioridades da atual gestão. "Cabe a nós a execução das políticas públicas. As ações relacionadas à criança e ao adolescente são de extrema importância na gestão do prefeito Edivaldo e, por isso, conseguimos grandes avanços nessa área. Esse ano, a conferência inova trazendo para o debate o tema da diversidade, porque todos somos seres únicos e precisamos criar espaços para dialogar a temática, que versa sobre o respeito aos direitos de cada indivíduo", explicou a secretária.

A palestra magna da conferência teve como tema a "Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências no Contexto das Políticas Públicas para Crianças e Adolescentes". Na oportunidade, os convidados Murilo José de Giacomo, Promotor de Justiça do Estado do Paraná; Ana Carolina Silvério, Assistente Social e Gestora do CRES Diversidade do Distrito Federal; e o professor doutor Rosenverck Estrela, da Universidade Federal do Maranhão, versaram sobre a temática relacionada com assuntos como orientação sexual, discussão de gênero e mapa da violência, destacando a mortalidade de negros e pobres, assim como a importância de uma rede articulada com protocolos definidos para a garantia integral dos direitos de crianças e adolescentes.

A estudante Stefane Viegas, 16 anos, ao relatar a história de quem foi mãe aos 15 anos, enfatiza a necessidade de oportunidades de formação e trabalho para seus pares. "Com as minhas experiências tenho aprendido o quanto precisamos de espaços que nos deem chance de formação e trabalho. Estou muito feliz por esse momento, pois através de nossas vozes ajudo a construir um futuro para a minha filha", contou.

PROGRAMAÇÃO:

Quarta-feira (11)

8h30 às 12h - OFICINAS SOBRE OS EIXOS TEMÁTICOS
Oficina 1- Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão social.
Oficina 2- Prevenção e Enfrentamento da Violência contra Crianças e Adolescentes.
Oficina 3- Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes.
Oficina 4- Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes.
Oficina 5- Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes.
13h às 17h - Continuidade das Oficinas
Construção coletiva das Propostas para XI Conferência Municipal dos Direitos de Crianças e Adolescentes por Eixo Temático

Quinta-feira (12)

8h às 12h - Apresentação e votação das Propostas elaboradas por Eixo Temático
14 às 16h - Eleição dos Delegados para XI Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem