agencia

Notícias

Terça-feira, 08/01/2019 - 17h23

Prefeitura de São Luís redobra atenção com a limpeza da cidade com a chegada do período de chuva

Ação, que segue determinação do prefeito Edivaldo, visa promover mais saúde para a população e evitar o acúmulo de água ocasionado por descarte irregular de lixo nas vias públicas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Equipes da Prefeitura trabalham na limpeza de ruas e avenidas da cidadeA Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, mantêm o cronograma de serviços de limpeza por toda a cidade, intensificando estas ações no início do ano, quando começa o período chuvoso em São Luís. O planejamento para o mês de janeiro conta com ações de capina, roçagem, varrição, lavagem de logradouros, coleta domiciliar e remoção de lixo em pontos de descarte irregular. As ações atendem a uma determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior para garantir uma cidade mais limpa, além de contribuir para a prevenção de doenças e também para facilitar o escoamento das águas das chuvas, evitando pontos de acúmulo em diversos bairros da cidade ocasionado pelo descarte irregular de lixo .

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, informa que a limpeza urbana abrange diversas áreas e traz benefícios à população. "Por meio dos serviços de limpeza urbana garantimos a melhoria da saúde pública, a proteção do meio ambiente, uma paisagem urbana mais agradável e o bem-estar dos moradores, por isso, a população deve fazer sua parte neste processo. É fundamental que cada morador cuide do seu lixo da forma correta", afirma.

Nos primeiros dias do ano já foram capinadas as avenidas Jerônimo de Albuquerque, Holandeses, Colares Moreira, Borborema (Calhau), Contorno Leste (Cohatrac), Avenida Principal (Cidade Operária), Lourenço Vieira da Silva, Sambaquis (Calhau), São Sebastião (Anil), Argentina (Olho d'Água) entre outras. Além de ruas e avenidas, o trabalho de capina e roçagem é realizado, também, em praças, escolas e unidades de saúde da rede municipal.

Nos próximos dias o serviço será estendido para as avenidas dos Portugueses, Santos Dumont, Carlos Vasconcelos, Adelmo Correia, Edson Brandão, Casimiro Júnior, dos Africanos; Santo Antônio (Barramar), Neiva Moreira, da Paz (Parque Shalon) e Estrada de Ribamar. As praças da Caixa d'Água (Cohajap), da Avenida Borborema, da Caixa d'Água (Cohama) e do Quadrante (entre as avenidas Sambaquis, Borborema e Holandeses) também receberão o serviço de capina.

Ao longo de 2018, cerca de 8 milhões de metros quadrados foram capinados e roçados em toda a cidade. Desse modo, é possível desobstruir os mecanismos de drenagem rápida de água da chuva. Além disso, o serviço aprimora o aproveitamento de espaços habitados na cidade, além de garantir o embelezamento das áreas públicas. Remover as matérias vegetais tidas como daninhas também ajuda a evitar que bocas de lobo, ramais e galerias ao redor do terreno fiquem entupidas.

LIMPEZA 

Outro serviço importante realizado pela Prefeitura é o de remoção manual e mecanizada feito em pontos de descarte irregular de resíduos sólidos. Durante o ano de 2018, foram recolhidas cerca de 100 toneladas de resíduos descartados irregularmente em toda a cidade. Este ano já foram limpos pontos de descarte irregular nos bairros Centro, Ponta d'Areia, Vinhais, Planalto Vinhais, Olho d'Água, Camboa, Liberdade, Monte Castelo, Alemanha, Caratatiua, São Francisco, Ilhinha, ao longo da Avenida Quarto Centenário e ao longo da Avenida dos Portugueses entre outros pontos.

A Prefeitura de São Luís tem o mapeamento dos pontos de descarte irregular pela cidade. A programação de limpeza é feita de acordo com o volume de lixo em cada localidade, variando de uma a três vezes por semana. Na faixa de praias o serviço é realizado diariamente com uma retroescavadeira e equipes de catação que recolhem todo o lixo jogado de forma irregular na areia da orla.

O combate ao descarte irregular é reforçado ainda por meio de ações de educação ambiental e a instalação de Ecopontos. Já são 11 equipamentos do tipo em pleno funcionamento. Estão em fase final as obras dos Ecopontos Centro, que conta ainda com galpão de triagem para materiais recicláveis, e Mata Roma (na Cidade Operária). O próximo Ecoponto a ter obras iniciada será o do Itapiracó. Fechando o planejamento de novos Ecopontos estão o Ecoponto Sacavém e Ecoponto Vila Isabel, que também terá galpão de triagem anexo.

PRAÇAS

As praças da capital também têm sido alvos das ações de limpeza da Prefeitura. Inaugurado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphna) e Prefeitura de São Luís em dezembro do ano passado, o Complexo Deodoro conta com equipes permanentes de varrição e catação. O serviço é estendido a outras praças importantes do Centro Histórico de São Luís como a Pedro II, Nauro Machado e Benedito Leite, que recebem ainda o serviço de lavagem.

Dando continuidade ao serviço de manutenção de praças este ano já foi feita a substituição das lixeiras das praças da região do Cohatrac (Praça da Matriz, Praça Verão e Praça do Pereirinha) e a Praça da Saudade, na Madre Deus, que contam com serviço de varrição.

Carolina Moraes Estrela destaca que a manutenção dos serviços de limpeza urbana contribui ainda para afastar a possibilidade de esconderijo de pragas e vetores urbanos de doenças como a dengue, a chikungunya e a febre amarela, além de evitar a poluição ambiental e o entupimento de bueiros e galerias. "É fundamental intensificar esses serviços, sobretudo neste período de estiagem para quando o período chuvoso começar a cidade esteja limpa e não haja problemas", informou.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem