agencia

Notícias

Terça-feira, 30/04/2019 - 16h04

Gestão do prefeito Edivaldo leva cesta do Programa de Aquisição de Alimentos a abrigos e hospitais da rede municipal

Casa de Passagem, Hospital da Criança e Hospital da Mulher são alguns dos que tem recebido as cestas do PAA, programa criado na gestão do prefeito Edivaldo para combater a insegurança alimentar

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Casa de Passagem da Prefeitura de São Luís recebe alimentos do PAAUnidades de acolhimento da Prefeitura de São Luís como a Casa de Passagem, voltada para crianças, e unidades de saúde como o Hospital da Criança e o Hospital da Mulher, receberam produtos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Somente nesta terça-feira (30) cerca de 3,5 toneladas de alimentos foram distribuídas. A ação tem o objetivo de abastecer equipamentos municipais com produtos oriundos da agricultura familiar e, assim, contribuir com a oferta de uma alimentação nutricionalmente adequada aos usuários desses serviços públicos. O PAA integra a política de segurança alimentar da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Implantado em 2015, o PAA em São Luís já distribuiu cerca de 600 toneladas de alimentos, alcançando cerca de 74 mil pessoas. É uma das principais ações de estímulo à agricultura familiar no município, iniciativa que rendeu ao prefeito Edivaldo o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, na etapa estadual, no ano de 2017. O PAA é também uma grande ferramenta de inclusão socioprodutiva e de combate à insegurança alimentar desenvolvida pela Prefeitura de São Luís. 

A secretária municipal de Segurança Alimentar, Fatima Ribeiro, fala que o trabalho intersetorial favorece os cidadãos. "Trabalhamos em parceria para melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços públicos. A oferta de uma alimentação saudável, rica em nutrientes, a cidadãos que precisam desses serviços públicos é incentivada pelo prefeito Edivaldo, que com sensibilidade, autorizou que os alimentos do PAA fossem também destinados a esse público", disse a titular da Semsa.

Os equipamentos receberam nesta terça-feira (30) uma variedade de produtos, entre eles macaxeira, limão, acerola, mamão, vinagreira, farinha, couve, coco, banana, alface, batata doce, abobrinha, coentro, abóbora, pepino, maxixe, milho, maracujá e outros. Os produtos são cultivados em 24 polos agrícolas da Ilha localizados no Cinturão Verde, Matinha e Tajipuru, incluindo diretamente mais de 20 grupos de produtores de localidades rurais como Coquilho, Calembe, Mato Grosso, Andiroba, Cajupe, Sol Nascente, Itapera, São Joaquim, Terra do Rumo, entre outras.

A Casa de Passagem recebe crianças de zero a 12 anos de idade e disponibiliza em sua estrutura dormitórios infantis, brinquedoteca, sala de TV e vídeo, biblioteca, área para recreação, refeitório, cozinha e salas administrativas. Atualmente, 22 crianças estão sob os cuidados da instituição. Para a pedagoga e coordenadora técnica Maria José Cantanhede, a iniciativa é muito positiva. "É uma ação muito bem-vinda. Vemos que são produtos de primeira qualidade. Ficamos muito felizes com essa contribuição", disse a pedagoga.

A Prefeitura também tem levado o Programa de Aquisição de Alimentos ao Hospital da Criança e Hospital da Mulher. Iniciadas neste ano, as entregas aos hospitais reforçam a alimentação servida aos pacientes, ampliando a variedade de produtos oferecidos e as opções de preparo. Além das unidades de acolhimento e de saúde, em 2019, o programa também já beneficiou abrigos municipais e famílias de bairros como São Raimundo, Vila Nova, Vila Bacanga, João de Deus e Estiva.

PROGRAMA

O PAA possui dois tipos de públicos beneficiários: os fornecedores e os consumidores dos alimentos. Nessa fase do programa estão sendo beneficiados 90 pequenos agricultores, sendo que 40% do total de produtores fornecedores são mulheres. Os alimentos são distribuídos pela Semsa, em parceria com a Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas), aos inscritos nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e instituições socioassistenciais que trabalham com populações em risco de segurança alimentar e nutricional.

O programa é uma ação do Governo Federal, com contrapartida do Governo do Estado e executado pela Prefeitura de São Luís, para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem