agencia

Notícias

Quinta-feira, 18/07/2019 - 10h28

Prefeito Edivaldo coloca em funcionamento Ecoponto no Parque dos Nobres atingindo a marca de 15 equipamentos na cidade

O equipamento, que integra a Política de Resíduos Sólidos colocada em prática na gestão do prefeito Edivaldo, é o terceiro a ser entregue pela gestão do prefeito Edivaldo em um mês

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

O Ecoponto Parque dos Nobres é o 15º a entrar em operação na capital e vai beneficiar 16 bairros do seu entorno
A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior segue avançando no combate ao descarte irregular pela cidade ao colocar em funcionamento um novo Ecoponto, desta vez no Parque dos Nobres. O equipamento é o 15º a entrar em operação na capital e vai beneficiar toda cidade e, de forma direta, 16 bairros do seu entorno. O Parque dos Nobres é o terceiro Ecoponto a entrar em funcionamento em menos de um mês. No dia 3 de julho, entrou em operação o Ecoponto Sacavém, localizado na Avenida dos Africanos. Já no dia 19 de junho, foi entregue o Ecoponto Itapiracó, localizado na Avenida Joaquim Mochel, no Cohatrac IV.

O prefeito Edivaldo Holanda Junior destaca a importância desta política implantada em sua gestão. "A implantação dos Ecopontos é mais uma medida importante para garantir a profissionalização da gestão de resíduos sólidos em nossa cidade. Com estes equipamentos, conseguimos incluir São Luís no mapa da reciclagem, combater o descarte irregular nas ruas da nossa cidade e fortalecer as entidades de catadores, entre tantos outros benefícios", frisou o gestor municipal. 

O Ecoponto Parque dos Nobres fica localizado na Rua dos Imperadores, próximo à Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O equipamento vai garantir aos moradores do entorno o descarte ambientalmente adequado de materiais recicláveis e resíduos volumosos. O equipamento atende moradores também de bairros como Parque Timbiras, Parque Amazonas, Bairro de Fátima, Apeadouro, Caratatiua, João Paulo, Coroado, Coheb Sacavém, Filipinho, Sitio Leal, Coroadinho, Conjunto Dom Sebastião, Parque Pindorama, Vila Conceição, Parque dos Nobres e Areinha.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, disse que os Ecopontos contribuem para fechar as etapas da completa profissionalização de resíduos sólidos em São Luís. "Depois da desativação do Aterro da Ribeira, marco que completa quatro anos na próxima semana, o prefeito Edivaldo começou a investir nos Ecopontos como política que garantisse a população o descarte ambientalmente adequado dos materiais recicláveis e resíduos volumosos. Até o fim de 2020, conforme determinou o prefeito Edivaldo, teremos novos Ecopontos implantados na cidade", afirmou.

NOVOS ECOPONTOS

Ainda em junho, a Prefeitura de São Luís avançará com uma frente de obras de novos Ecopontos. Alguns já estão em andamento e entre os equipamentos previstos para inicio de obras estão os Ecopontos Barreto e Ecoponto Primavera, bem como às obras do Ecoponto e Galpão de Triagem da Vila Isabel.

Os galpões de triagem fazem parte da política de fortalecimento das cooperativas de catadores de materiais recicláveis de São Luís. Os espaços contarão com as instalações físicas e maquinário necessário. Com isto, a Prefeitura de São Luís fortalece a economia circular e gera emprego e renda para estes profissionais.

O Ecoponto Centro contará com galpão de triagem anexo que será cedido à Associação de Catadores de Material Reciclável (Ascamar). Já o galpão de triagem anexo ao Ecoponto Vila Isabel será cedido à Cooperativa de Reciclagem de São Luís (COOPRESL).

Estão em pleno funcionamento os Ecopontos da Parque Amazonas (Avenida dos Africanos, s/nº, Bairro de Fátima, entrada do Parque Amazonas); do Angelim (Rua 27, s/nº (antes do Makro, próximo ao Restaurante Chico Noca); do Bequimão (Avenida 1, s/nº, Bequimão);  do Habitacional Turu (Travessa G, s/nº, Habitacional Turu); do Jardim América (Avenida 03, s/nº, Jardim América - o lado da União de Moradores); do Jardim Renascença (Rua Netuno, próximo à Paróquia de São Paulo Apóstolo); do Residencial Esperança (Rua Doutor Ribeiro, s/nº, Residencial Esperança); da Cidade Operária - Unidade 101 (Avenida Este 203, Cidade Operária, próximo ao Campo do Real); do São Francisco (Avenida Ferreira Gullar, ao lado da Estação Elevatória da Caema); do Anil (Rua 02, Conjunto Rancho Dom Luiz, Anil); do São Raimundo (Rua 03, Quadra 50, próximo ao ponto final do bairro); da Cidade Operária - Unidade 205 (Avenida Leste 103, próximo ao à UEB Mata Roma); do Itapiracó (Avenida Joaquim Mochel, Cohatrac IV, próximo ao Campo do Léozão); do Sacavém (Avenida dos Africanos, próximo ao antigo Habib's), bem como o do Parque dos Nobres. 

SAIBA MAIS

Materiais recebidos nos Ecopontos:

ELETRÔNICOS: televisão, monitores, celular, impressoras, mouses, teclados, etc – até três unidades
ENTULHO: resíduos de construção civil, como tijolos, telhas, gessos etc – até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros)
MADEIRAS: até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros)
ÓLEO DE COZINHA: até 5 litros
PNEUS: até 4 unidades
PODAS DE ÁRVORE E RESTO DE CAPINA: até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros)
RECICLÁVEIS: plástico, papel, isopor, metais, vidros, etc (até 300 litros – 3 sacos grandes)
VOLUMOSOS: móveis, sofás, colchão etc (até dois volumes)

Que materiais os Ecopontos não recebem?
Lixo doméstico
Animais mortos
Resíduos hospitalares
Resíduos perigosos/contaminados: pilhas, baterias, lâmpadas, cartuchos/tonner, etc

Qual o horário de funcionamento dos Ecopontos?
Segunda-feira a Sábado, das 7h às 19h

Informações:
Central de Atendimento do Comitê Gestor de Limpeza Urbana: 0800 098 1636.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem