agencia

Notícias

Terça-feira, 03/09/2019 - 15h34

Prefeitura de São Luís incentiva combate ao fumo com ações de conscientização na capital

Males causados pelo tabagismo e a importância de evitar o consumo da nicotina são ressaltadas por técnicos da saúde durante as ações realizadas pela gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís incentiva combate ao fumo com ações de conscientização na capitalSão Luís é quinta capital com menor número de fumantes no país, segundo a pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas (Vigitel), do Ministério da Saúde. Para reduzir ainda mais esse indicador, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), realizou na última semana, uma ação de conscientização com funcionários do Porto do Itaqui. A iniciativa integra a política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Técnicos da Coordenação de Saúde do Adulto da Semus fizeram uma exposição sobre os males causados pelo tabagismo e a importância de evitar o consumo da nicotina, ressaltando os prejuízos para a saúde. A atividade aconteceu em um dos píeres da unidade de escoamento de produção portuária maranhense e envolveu cerca de 90 homens de diversos setores administrativos.

A coordenadora de Saúde do Adulto, Kardene Rodrigues, comandou a ação e explicou sobre a estrutura oferecida pela rede municipal para pessoas que querem parar de fumar. "Temos o Programa de Combate ao Fumo implantado em várias unidades, com equipes multiprofissionais, terapia e medicamentos. Assim que o paciente chega, ele passa por avaliação clínica, para checagem dos níveis de pressão arterial e glicemia. Em seguida, a pessoa recebe orientação psicológica e, caso apresente dificuldades para deixar o hábito do fumo, recebe adesivos à base de nicotina", explica.

SAIBA MAIS 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é responsável por 63% das mortes relacionadas a doenças crônicas não-transmissíveis no mundo e a principal causa de mortes evitáveis. Segundo a entidade, o cigarro é responsável por 85% das mortes por doença pulmonar crônica (bronquite e enfisema).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem