agencia

Notícias

Sábado, 09/11/2019 - 10h23

Prefeitura de São Luís e parceiros lançam programa para capacitar população em situação de vulnerabilidade

Com programa Garantindo Oportunidades, gestão do prefeito Edivaldo visa ampliar o conhecimento acerca do mundo do trabalho, como forma contribuir para a empregabilidade de quem está fora do mercado

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís e parceiros lançam programa para capacitar população em situação de vulnerabilidadeA Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) em parceria com o Grupo de Apoio às Comunidades Carentes do Maranhão (GACC) e Governo Federal lançaram na sexta-feira (8) o programa Garantindo Oportunidades – Acessuas Trabalho (Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho), que possui como meta instruir 1.500 pessoas. A solenidade aconteceu no Centro de Trabalho Cidadania, Casa Brasil, localizado no bairro Anjo da Guarda. A ação integra a política de Assistência Social implantada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. 

O Programa Garantindo Oportunidades –  Acessuas Trabalho proporciona aos usuários da política da Assistência Social de São Luís, a oportunidade de ampliar o conhecimento acerca do mundo do trabalho, como forma contribuir para a empregabilidade de quem está fora do mercado. O projeto terá duração de 18 meses com um total de 240 Oficinas temáticas e palestras.

“A gestão do prefeito Edivaldo aderiu ao programa pelo compromisso que tem com a sua população. Não podemos deixar passar a oportunidade de contribuir para o desenvolvimento profissional e acesso ao mercado de trabalho do público em situação de vulnerabilidade social, justamente aqueles com menores chances de empregabilidade e maiores dificuldades”, ressaltou a gestora da Semcas, Andréia Lauande.

As oficinas do programa abarcam os eixos Comportamental e Mundo do Trabalho. Se constituem espaços de reflexão, conscientização e discussão.  Entre os temas trabalhados estão preparação de um currículo, postura durante uma entrevista, ética, habilidades profissionais, entre outros. Estão sendo mobilizados indivíduos atendidos e/ou acompanhados pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referencia Especializado de Assistência Social (Creas). As atividades serão realizadas em dois turnos manhã e tarde, em turmas de, no mínimo, 15 pessoas e máximo 25, com duração quatro horas por dia cada atividade.

O vice-presidente do GAAC, Germano José Soeiro, afirma que a parceria junto à Prefeitura para a execução do programa reforça o trabalho que a instituição já realiza, apontando para alegria de um futuro melhor para as pessoas. “Focado na nossa missão, estamos fortalecendo nossas ações de atuar junto ao público mais vulnerável. É importante ouvir o depoimento das pessoas que são as mais interessadas para vermos que estamos no caminho certo e com trabalho e esforço poderemos cumprir a meta estabelecida”, disse Germano Soeiro.

Larissa dos Santos, 22 anos, desempregada, foi encaminhada pelo Cras Vila Bacanga. “O mercado de trabalho está mudando rapidamente, as exigências de hoje são diferentes de um tempos atrás, então essas oficinas vão acrescentar muito. Além disso, teremos a chance de novos aprendizados o que é muito bom. Isso me ajudará a ter um diferencial quando me candidatar a uma vaga”, explicou Larissa.

OPORTUNIDADES

Além do Garantindo Oportunidades - Acessuas Trabalho, em 2019, 32 pessoas já foram encaminhadas para outras capacitações como confecção de bijuterias, empreendedorismo (com o projeto Wonder Women) e curso de refrigeração.

A Semcas articula com as instituições do Sistema S  - Senai, Senac e Sebrae - entre outros parceiros da iniciativa privada essas oportunidades. Também são viabilizados cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine) e no Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) para as vagas de trabalho. Ação realizada junto ao público atendido pela assistência viabilizou sete vagas de emprego pela Lei de Aprendizagem, para os adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto.

O IBGE aponta que 12,8 milhões de brasileiros seguem desempregados em 2019.  O empreendedorismo se apresenta como um dos caminhos que conduzem a diminuição desse índice alarmante. Empreender é um meio para alcançar satisfação, autonomia e fonte de renda. Apesar disso, ainda existem obstáculos na área de capacitação e educação para o pleno desenvolvimento do empreendedorismo no Brasil. Nesse sentido, a Prefeitura de São Luís vem trabalhando para ofertar oportunidades de acesso ao mercado de trabalho dentro da política de assistência, que possui um público marginalizado.

 Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem