agencia

Notícias

Quinta-feira, 14/11/2019 - 15h36

Com Reviva Centro gestão do prefeito Edivaldo estimula ocupação artística de praças da área central da capital

Atrações diversificadas que agradam ao público de todas as idades se apresentam neste fim de semana no Complexo Deodoro, Mãe d'Água e Benedito Leite dentro do Arte na Praça e Feirinha São Luís

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Com Reviva Centro gestão do prefeito Edivaldo estimula ocupação artística de praças da área central da capitalA diversão é garantida aos fins de semana com a programação gratuita do Reviva Centro, programa criado pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que leva arte e cultura a espaços públicos do Centro de São Luís. A iniciativa tem como objetivo promover a ocupação das praças do Complexo Deodoro, Mãe d'Água e Benedito Leite com atrações diversificadas que agradam ao público de todas as idades. Arte na Praça, Feirinha São Luís e ainda Sarau Histórico, Passeio Serenata e Roteiro Reggae compõem o programa.

O projeto Arte na Praça, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) traz o grupo de choro ludovicense Caçoeira, nesta sexta-feira (15), às 18h, na Praça da Mãe d'Água. No sábado (16) é a vez da Orquestra Maranhense de Reggae, às 18h, se apresentar no Complexo Deodoro, e domingo (17), a partir das 17h, tem Tripalhaços Azedinho e Foguinho e Banda Vagalume, no mesmo local.

Ainda no domingo (17), sob a coordenação da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), ocorre a Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite a partir das 8h. As atrações são a Banda da Feirinha, Banda Afro GDAM, Capoeira Maior é Deus, Pequeno Sou Eu, shows de Rosa Guedes (MPM), Luciano Priss (MPB) e Black Brasil (black music, soul, pop).

“O Reviva Centro já se consagrou como opção de lazer para os ludovicenses. Todo fim de semana tem uma programação diversificada, com artistas locais, em praças que são verdadeiros cartões-postais da nossa cidade. Além de ser gratuita, a iniciativa da gestão do prefeito Edivaldo convida a população para ocupar e revitalizar o Centro de São Luís, trazer os amigos e família para conhecer nossa cultura, culinária e logradouros, tudo isso com conforto, segurança e diversão”, destacou o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

O grupo Caçoeira, nome de um tipo de rede de pesca, promete pescar todos com sua boa música. Formado pelos músicos Wendell Cosme, Wanderson Silva, Lee Souza e João Eudes, o grupo surge como uma nova linguagem musical, uma mistura de ritmo populares do maranhão e diversos outros gêneros musicais. Isso porque os componentes vem de diferentes estilos e base musical, são multi-instrumentistas, arranjadores, compositores e pesquisadores. O show traz uma mistura de ritmos tradicionais da percussão popular do maranhão, como tambor de crioula, bloco tradicional, bumba meu boi e seus variados sotaques, dentre outros.

A Orquestra Maranhense de Reggae (O.M.R) é um projeto pioneiro em São Luís, surgido em agosto de 2016. Idealizada pelo músico Marcel Silva, tem o objetivo de difundir a música jamaicana, brasileira e maranhense, instrumental e cantada, fazendo uma releitura de músicas da cultura popular do Maranhão na versão reggae, ritmo marcante na cidade que dá o título de Jamaica Brasileira à São Luís. A estrutura musical da O.M.R é formada por instrumentos de sopro, trompete, trombone (metais), saxofone alto, saxofone tenor, saxofone sarítono (palhetas), teclado, guitarra, contrabaixo, bateria e vocal.

CRIANÇAS

Foguinho e Azedinho são dois palhaços que vieram de um projeto social (circo escola), onde aprenderam a arte circense e aperfeiçoaram suas técnicas ao longo dos anos, criando os Tripalhaços, um espetáculo o circo maluco. A apresentação interage com o público a partir de brincadeiras, reprises circense, acrobacia, malabares e muita palhaçada.

Já a Banda Infantil Vagalume Rock Band surgiu de uma ideia da produtora Hérika Fernandes em aliar músicas tocadas ao vivo com contação de histórias da literatura infantil. Depois de algumas apresentações, vários pais que assistiam com seus filhos fizeram sugestões de que ela montasse uma banda com um repertório voltado exclusivamente para a criançada.

Desde 2012, ela e mais cinco músicos formam a Banda Vagalume, com Fernanda Monteiro (vocal), Hugo César (guitarra), Melannie Carolina (baixo), Jesiel Bives (teclado) e Franklin Nazarius (bateria). O repertório passeia pelos clássicos da música infantil como Xuxa, Trem da Alegria e Balão Mágico, até músicas infantis mais atuais como Palavra Cantada, Pequeno Cidadão, Partimpim, Galinha Pintadinha e Monster High.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem