agencia

Notícias

Quinta-feira, 28/11/2019 - 14h48

Prefeitura de São Luís e parceiros realizam IV Seminário Nacional e I Seminário Internacional da Rede de Educação Integral

Evento teve como tema “Neurociência em Interface com a Educação Integral: lições aprendidas no cotidiano” e reuniu educadores e técnicos na Universidade Federal do Maranhão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura e parceiros realizam IV Seminário Nacional e I Seminário Internacional da Rede de Educação IntegralCom o objetivo de dialogar acerca da neurociência, das funções executivas do cérebro e sua contribuição para a educação em nível global, bem como sobre o importante papel dos jogos e brincadeiras na relação com a aprendizagem ocorreu, nesta quinta-feira (28), no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), o IV Seminário Nacional e o I Seminário Internacional da Rede de Educação Integral de São Luís. O evento, que teve como tema “Neurociência em Interface com a Educação Integral: lições aprendidas no cotidiano”, foi realizado pela Prefeitura de São Luís, em parceria com a Rede de Educação Integral (REI), a Fundação Itaú Social, e o Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds). 

O secretário municipal de Educação Moacir Feitosa, ressaltou a importância da neurociência e de suas contribuições para a melhoria do processo de ensino e aprendizado. “A neurociência nos ajuda a repercutir melhor o processo de ensino. Agradeço o empenho de todas as organizações para a realização deste seminário e desejo que que ele se traduza em momentos riquíssimos de aprendizado”, assinalou Moacir Feitosa.

O secretário adjunto de Proteção Social, Alfredo Lima, que representou a secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande, disse que a realização do Seminário Internacional da Rede de Educação Integral, lotando o auditório do Centro Paulo Freire, "é a coroação de um ano árduo de trabalho". Para ele, a REI traz grandes desafios de um trabalho conjunto, que deve ser construído a muitas mãos. “E o foco desse trabalho é a criança. Ela é o centro e deve ser a principal protagonista desse processo. Fico feliz em ver tantos atores sociais envolvidos em prol da proteção integral da criança, do adolescente e do jovem. A Rede de Educação Integral vem complementar os esforços da atual gestão na construção de uma política inclusiva e integral”, discorreu Alfredo Lima.

A Rede de Educação Integral de São Luís (REI) promove, desde 2015, a interlocução dos diversos setores da sociedade civil e do poder público, na perspectiva de fortalecer as práticas educativas desenvolvidas nos diferentes espaços de aprendizagem, por reconhecer que o conhecimento pode ser partilhado na escola, no bairro, no território e em outros espaços sociais. A Rede visa ainda desenvolver a integralidade das dimensões humanas: cognitiva, artística, cultural, física, ética, entre outras, compreendendo cada estudante como sujeito de direitos e deveres.

Na mesa de abertura do IV Seminário Nacional e I Seminário Internacional da REI estiveram presentes ainda o professor Acildo Leite da Silva, representando a Pró-Reitoria de Ensino da UFMA, a coordenadora de Projetos Sociais do Cieds, Fernanda Melo de Moura, a analista de Projetos da Fundação Itaú Social, Luciana André, e a presidente do Centro Beneficente Nossa Senhora da Glória, Maria Eliane Rego. Participaram também do evento – além de técnicos, assessores e superintendentes da Semed, e gestores e coordenadores pedagógicos das escolas da rede municipal – a professora Maria de Jesus Gaspar Leite, Secretária Adjunta de Ensino da Semed, e a consultora da Secretaria Municipal de Educação, Ana Lúcia Gazzola.

PALESTRA

A palestra magna da manhã foi com a professora pesquisadora e neurocientista canadense Adele Diamond, que falou sobre ‘Lições da Neurociência – Cérebro, Neurociência e Funções Executivas’. Na parte da tarde, o mestre e doutor em psicologia Lino de Macedo, professor emérito do Instituto de Sociologia da Universidade de São Paulo, discorreu sobre ‘O papel dos jogos e brincadeiras no desenvolvimento Educacional’. “A criança precisa ser pensada em sua integralidade, física, emocional, social, etc., para que tenhamos melhores resultados acadêmicos. O foco deve ser a criança como um todo. Ela precisa se sentir respeitada e reconhecida; precisa ser ouvida. Só então teremos melhores resultados acadêmicos e consequentemente poderemos influir na construção de uma educação melhor, de qualidade e integral”, ressaltou Adele Diamond.

Na abertura do evento, houve a apresentação da bailarina e educadora social Elizete Campos, do grupo artístico do Teatro Artur Azevedo, e também dos estudantes da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Luís Rego, com a declamação de poesias e um musical com flautas, fruto da participação deles no programa Novo Mais Educação. A professora Maria Bárbara Trinta, gestora da U.E.B. Gomes de Sousa, da Vila Maranhão, disse que a participação nos seminários "com certeza contribuiriam para o meu crescimento pessoal e profissional, ajudando a lidar com situações específicas do dia a dia dentro da escola".

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem