agencia

Notícias

Sexta-feira, 29/11/2019 - 09h42

Prefeitura de São Luís realizará neste sábado (30) Dia D da campanha de vacinação contra o sarampo

Ação vai encerrar a segunda fase da campanha que tem como público-alvo pessoas entre 20 e 29 anos de idade; mobilização é parte da política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís realizará neste sábado (30) Dia D da campanha de vacinação contra o sarampoA Prefeitura de são Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) promoverá, neste sábado (30), das 8h às 19h, o Dia D de vacinação contra o sarampo na capital maranhense. A ação encerrará a campanha, iniciada no dia 18 deste mês, que representou a segunda fase dos trabalhos e priorizou pessoas entre 20 e 29 anos de idade. A ação é parte da política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior. 

No Dia D, das 8h ao meio-dia, as unidades de saúde da cidade estarão abertas e os profissionais disponíveis para atualização das carteiras de vacina. Um dos locais será o Centro de Especialidades Médicas do Filipinho que, na mesma data, promoverá mutirão de atendimentos de saúde.

Ainda no sábado (30), das 15h às 19h, estarão montados nos shoppings da Ilha, São Luís e Rio Anil, postos volantes com doses contra a doença. Para reforçar as ações, a Semus intensificou as estratégias da campanha, com a inclusão de faculdades e extensão do horário de atendimento nas unidades que até sexta-feira (29) funcionam das 8h às 20h.

Para o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, o Dia D concluirá o trabalho de cobertura orientado pelo Ministério da Saúde e colocado em prática pela gestão do prefeito Edivaldo e manterá São Luís fora da zona de epidemia da doença. “Nossos técnicos têm se desdobrado para proteger pessoas em todas as zonas distritais da cidade, com a oferta de vacinas nas nossas unidades. Em paralelo, estendemos o horário de atendimento nas unidades e, neste sábado (30), estaremos o dia inteiro mobilizados em prol da saúde da população”, frisou.

Técnicos da Semus estiveram também nos terminais da Cohama, Praia Grande e Cohab. À noite, os profissionais imunizaram acadêmicos e funcionários na Faculdade Estácio, no Centro. A cobertura em terminais e instituições de ensino superior começou na segunda-feira (25) e deve se estender até esta sexta-feira (29).

O técnico em Informática, Augusto Costa, de 23 anos, é morador do Bequimão e recebeu nesta quinta-feira (28) atendimento no terminal da Praia Grande. Ele foi orientado a fazer o reforço nas doses contra o sarampo. “Como não me lembrava se havia tomado a segunda dose e perdi a carteira, fui orientado a receber a vacina. É uma forma de se proteger contra esta doença muito perigosa”, disse.

De acordo com o setor de Imunização da Semus, quem já tomou o reforço contra o sarampo não precisa receber mais vacina. Em contrapartida, quem perdeu a carteira de vacinação e não se recorda se tomou ou não o reforço é orientado a receber a dose.

A vacina imuniza contra o sarampo, que é uma doença grave e pode levar a pessoa a desenvolver complicações, como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem