agencia

Notícias

Sexta-feira, 17/01/2020 - 14h27

Programa desenvolvido pela Prefeitura de São Luís, Consultório na Rua realizou mais de 11 mil atendimentos em 2019

Iniciativa leva assistência médica e odontológica a pessoas em situação de vulnerabilidade social ou com vínculos familiares rompidos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Programa desenvolvido pela Prefeitura, Consultório na Rua realizou mais de 11 mil atendimentos ano passadoO programa Consultório na Rua – desenvolvido pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) que leva assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade social ou com vínculos familiares cessados – promoveu, em 2019, mais de 11 mil atendimentos na capital maranhense. As equipes do Consultório na Rua contam com médicos, enfermeiros, psicólogos, odontólogos, assistentes sociais e técnicos de enfermagem. A ação integra a política de saúde da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Do total de atendimento, foram realizados de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano passado, mais de 3.450 procedimentos clínicos básicos, como aferição da pressão arterial, verificação das taxas de glicemia, curativos e testes rápidos contra Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). 

Além de assistência clínica, em 2019, foram contabilizados cerca de 1.300 serviços na área odontológica e mais de 440 encaminhamentos para Centros de Atenção Psicossocial (no caso os pacientes com traços de dependência química), para serviços de urgência e ambulatoriais (em especial, vacinação) e para os Centros de Testagem e Acolhimento (CTAs), unidades referência no apoio das pessoas diagnosticadas com o vírus HIV. 

Quase 960 usuários foram cadastrados nos registros do programa em 2019. Pacientes já registrados receberam acompanhamento das equipes. Além do Centro (Praça Deodoro, Praça João Lisboa, Pedro II e Mercado Central), as equipes do Consultório na Rua focaram suas atividades no João Paulo (nos arredores da feira do bairro), no Coroado, na área do Portinho (Centro) e na Praia Grande.

Segundo o secretário de Saúde, Lula Fylho, o programa Consultório na Rua faz parte da política de recuperação social e representa ferramenta importante na promoção de cidadania. “O programa Consultório na Rua, que segue orientação do prefeito Edivaldo, sempre atua para diminuir o sofrimento das pessoas, pelo apoio clínico, assistência médica e odontológica ofertado à população em vulnerabilidade. É um trabalho de referência na oferta de dignidade a quem, por alguma razão pessoal ou exclusão social, está à margem da sociedade”, disse.

ATIVIDADES

De acordo com a coordenadora do Consultório na Rua, Nielma Carramilo, os trabalhos em 2020 começaram no dia 6 deste mês e aconteceram em pontos estratégicos da cidade (no Centro e adjacências). “Nosso trabalho é ininterrupto e visa tirar as pessoas em situação reversa na sociedade. Nosso saldo foi positivo no ano passado e a meta é ampliar os atendimentos em 2020”, afirmou.

No fim do ano passado, a direção do projeto reuniu pessoas assistidas para um jantar especial de Natal. Em outubro, foi realizado um mutirão com mulheres em alusão ao Outubro Rosa, como conscientização contra o câncer de mama. Na ocasião, além de exames, foram realizados testes de glicemia com as pacientes.

As equipes realizam a ação de segunda a quinta-feira, nos turnos vespertino e noturno e o roteiro é definido momentos antes da saída das equipes para as ruas.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem