agencia

Notícias

Sexta-feira, 31/01/2020 - 09h57

Biblioteca da Prefeitura de São Luís incentiva geração de renda por meio de oficina de artesanato

Durante a oficina gratuita os participantes tiveram oportunidade de aprender técnicas para confecção de capas de caderno em tecido e EVA

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Biblioteca da Prefeitura de São Luís promove geração de renda por meio de oficina de artesanatoEm uma biblioteca tem livros, mas também tem geração de renda. Essa foi a proposta da oficina de Decoração de Capa de Caderno em tecido e EVA, realizada pela Biblioteca Municipal José Sarney na quarta-feira (29), das 14h às 17h, em sua sede, na Rua do Correio, s/n, Bairro de Fátima. A oficina foi gratuita, aberta à comunidade e facilitada pela artista plástica Goreth Pereira. A Biblioteca é um equipamento cultural da Prefeitura de São Luís, coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult).

“Além de ser um espaço para crianças e adolescentes terem a vivência com o livro e a literatura, a Biblioteca Municipal também estimula a geração de renda, com a realização desta oficina e outras inciativas nesse sentido. É legal porque temos jovens e adultos participando. Esta é uma marca da gestão do prefeito Edivado, que sempre busca inovar, fortalecendo a participação popular”, destaca o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

A oficina foi gratuita e teve como objetivo promover a geração de renda na comunidade por meio do ensino de técnicas para confecção de capas de caderno em tecido e EVA. A diretora da Biblioteca, Rita Oliveira, revela que a procura de pessoas interessadas pela oficina surpreendeu as expectativas.

“Essas ações com mulheres e mães aqui na Biblioteca realmente têm uma grande procura. O objetivo maior é possibilitar um meio de ajudar no orçamento doméstico e também aproximar a comunidade da Biblioteca, fazer com que essa mãe conheça o nosso trabalho e seja sensibilizada a trazer seu filho”, comenta a diretora.

APRENDIZADO

A professora Cleonilde da Silva Ferreira, 52 anos, aproveitou o tempo livre para fazer a oficina. Ela conta que ficou sabendo da oficina quando estava fazendo uma pesquisa na internet. “O trabalho como professora de jardim de infância me fez aprender artesanato, utilizo EVA e também sei fazer crochê. Me inscrevi na oficina para aperfeiçoar o que já faço. Estou em processo de aposentadoria e resolvi me dedicar mais ao artesanato para não ficar parada. A oficina foi ótima e gostei de conhecer pessoas novas”, explica.

Na ocasião também foi realizada a cerimônia de premiação do projeto Leitor do Mês, entregue ao usuário da Biblioteca que leu mais livros. O ganhador foi o adolescente Lucian Felipe, de 13 anos. A Biblioteca oferece um grande acervo literário à comunidade do Bairro de Fátima, recebendo também alunos de escolas nas adjacências. Além disso, realiza projetos de incentivo à leitura durante o ano todo, que segue o calendário de datas comemorativas, como Carnaval, São João, férias escolares, entre outros.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem