agencia

Notícias

Sexta-feira, 07/02/2020 - 14h59

Prefeitura de São Luís mantém monitoramento e ações de prevenção em áreas de risco da capital

Defesa Civil realiza visitas de casa a casa, promove orientações sobre procedimento em caso de ocorrência e distribui cartilha com informações para comunidade dos pontos mapeados

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Gestão do prefeito Edivaldo mantém monitoramento e ações de prevenção em áreas de risco da capitalAlém de continuar com o monitoramento nas áreas de riscos da capital, A Prefeitura de São Luís, por meio da Superintendência de Defesa Civil, ligada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), tem realizado visitas constantes nas residências de quem mora nesses locais, levando material didático com dicas importantes sobre procedimentos que devem ser criteriosamente adotados durante possíveis ocorrências e feito vistorias em casas localizadas próximo às encostas. O serviço, que segue orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, é realizado de forma rotineira e acontece mesmo em dias de chuva. Mais de 80 visitas em bairros já foram realizadas este ano.  

Desde janeiro, a cidade tem registrado fortes chuvas o que torna a ação mais necessária e intensa. “O trabalho de prevenção realizado anteriormente e a presença das equipes da Defesa Civil nos Núcleos Comunitários criados dentro das áreas de risco da cidade se mostraram eficazes para esse momento em que vivemos, mesmo com chuvas quase todos os dias. Temos tido ocorrências, mas sem quadros graves, sem incidentes envolvendo moradores”, relaciona o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Heryco Coqueiro.

 VISITAS TÉCNICAS

Assim como no ano de 2019, a Defesa Civil de São Luís mantém monitoramento permanente em áreas de riscos mapeadas e visitadas constantemente pelas equipes do serviço. As localidades catalogadas apresentam situações semelhantes como a presença de encostas, declives, terrenos agravados pela ação humana, riscos de alagamentos e deslizamentos. Todas recebem visitas técnicas dos agentes da Prefeitura de São Luís.

Segundo a Superintendente da Defesa Civil de São Luís, Elitânia Barros, todos os anos, o número das áreas consideradas de riscos são atualizados. “O número de 60 pontos de riscos tem sido mantido. Nessas localidades, mesmo com a estação seca, as equipes fazem visitas constantes e ministram palestras nos Núcleos Comunitários para levar conscientização aos moradores sobre evitar situações de riscos”, destaca.

De janeiro até o início de fevereiro, a Defesa Civil realizou mais de 80 visitas em bairros que estão dentro das áreas consideradas de riscos, como Vila Cerâmica, Bacanga, Dom Luis, Vila Isabel, Alto da Esperança, Mauro Fecury I, Túnel do Sacavém, Fumacê, Vila Embratel, Sá Viana, Coheb Sacavém, Pão de Açucar, Salinas do Sacavém, Sítio do Pica-pau Amarelo, Vila Lobão,  Alto do São Sebastião, Morro do Zé Bombom e Coroadinho.

De acordo com  Elitânia Barros, o serviço continuará durante toda a estação chuvosa em São Luís, abrangendo as áreas de riscos. As visitas costumam ocorrer durante a semana, com as equipes fazendo vistorias em casas e repassando aos moradores orientações sobre procedimentos que devem ser adotados durante chuvas fortes.

Além disso, a Prefeitura disponibilizou contatos para que a população comunique possíveis transtornos relacionados as chuvas. É possível contatar a Defesa Civil  pelo telefone (98) 3212-8473, pelo 153 (ligando de um número da operadora Oi), e ainda o  190 do Centro Integrado de Operações de Segurança  (Ciops). Quem utiliza o aplicativo de troca de mensagens WhatsApp também pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo número (98) 9822-5352.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem