agencia

Notícias

Quinta-feira, 26/03/2020 - 16h02

Prefeitura de São Luís começa a receber pessoas em situação de rua nos alojamentos provisórios em função do coronavírus 

Após passar por triagem nos Centros Pops as pessoas começam a ser encaminhadas ao abrigo temporário da Vila Luizão; alojamentos do Castelão começam a funcionar nesta sexta-feira (27)

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís começa a receber pessoas em situação de rua nos alojamentos provisórios

Para pessoas que se encontram em situação de rua, a Prefeitura de São Luís desenvolveu um plano de contingência para assegurar o acolhimento diante da pandemia do novo coronavírus que contempla uma unidade no bairro Vila Luizão, já em funcionamento, e o setor de alojamentos do Estádio Castelão, esta em parceria com o Governo do Estado do Maranhão e que funcionará a partir desta sexta-feira (27). O principal objetivo da ação, que segue recomendação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, é diminuir a circulação dessas pessoas nas ruas e, assim, evitar o aumento da contaminação de infecções respiratórias como a Covid-19.

“Para dar celeridade e podermos entregar esses espaços o mais rápido possível e em condições adequadas, montamos uma força-tarefa das nossas equipes, e no caso dos alojamentos do Castelão, contamos também com o apoio do exército. O objetivo foi finalizar a limpeza e higienização do local para cumprirmos o prazo determinado pelo prefeito Edivaldo”, explicou a gestora da Semcas, Andréia Lauande.

“Eu estava em viagem já há alguns dias, e não pude dar prosseguimento para a cidade Parauapebas no Pará, e já sem recursos financeiros para me manter em hotel, e sem conhecer ninguém, passei a noite na rua. Na manhã desta quarta-feira (25) fui encaminhado para o Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) do Centro e depois de uma avaliação da equipe de saúde e um banho, me trouxeram para essa unidade de acolhimento provisória. Ficarei aqui até poder retornar para casa”, disse Manoel da Silva, 65 anos, que vive com a família na cidade de Brasília (DF).

Ao ser recebido na unidade de Acolhimento provisória da Vila Luizão, o senhor Manoel recebeu kit de higiene pessoal e alimentação. Assim será com as demais pessoas que adentrarem nos acolhimentos provisórios. Para essas situações específicas, o processo de encaminhamento acontecerá via os Centros Pops, onde uma equipe da Força Estadual de Saúde realiza o monitoramento e orientação. 

A psicóloga da Força Estadual, Suzane Martins, explica o trabalho da equipe. “Nós estamos aferindo a temperatura corporal, dando orientações sobre o que é o coronavírus, e fazemos a avaliação individual para rastrear sintomas como tosse, dor na garganta, coriza e falta de ar. Para casos considerados suspeitos, sugestivos para a Covid-19, essas pessoas serão encaminhadas para o Centro de Testagem de Referência do Governo do Estado no Pam Diamante ou para o Centro da Beira-Mar. Também esclarecemos aos servidores que atuam nessas unidades, quais as medidas de segurança que eles devem adotar tanto no ambiente de trabalho, como ao chegar em casa”, declarou Suzane. 

As pessoas em situação de rua que testarem positivo para a Covid-19 19 serão transferidas para as unidades provisórias de acolhimento que comportem o isolamento. Desde segunda-feira, os Centros Pops estão funcionando no horário das 8h às 11h30. 

Ainda como parte do plano de contingência, a Semcas está reforçando as equipes de trabalho convocando, via seletivo, mais 20 cuidadores sociais e cinco operacionais de limpeza. Na quarta-feira (25) foram assinados os termos de posse de 18 aprovados no concurso público entre assistentes sociais e psicólogos.

ATENDIMENTO

Desde que foi iniciado na última segunda-feira (23), o atendimento do Call Center recebeu cerca de 200 chamadas. A estratégia foi montada, devido a necessidade de suspender o atendimento presencial nos Centros de Referência Social (Cras). Pelo número (98) 2108- 5900,  podem ser tiradas dúvidas e efetuados esclarecimentos.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem