agencia

Notícias

Sexta-feira, 03/04/2020 - 12h38

Prefeitura de São Luís segue com ações de infraestrutura para minimizar impactos das fortes chuvas na capital

Manutenção e reparos em avenidas, limpeza e desobstrução de galerias e bueiros são ações realizadas pela Prefeitura de São Luís para reparar danos das chuvas acima do previsto para o período

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís segue com ações de infraestrutura para minimizar impactos das fortes chuvas na capitalA Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), seguindo orientações do prefeito Edivaldo Holanda Junior, mantém equipes de prontidão para enfrentar os efeitos das fortes chuvas deste período do ano. Estas e outras ações são parte da estratégia do poder municipal para manter a normalidade da rotina da capital. Além de reparos em grandes avenidas da cidade, como a Jerônimo de Albuquerque e Holandeses, em serviços de contenção e reparos de erosões, a Prefeitura também tem atuado de forma efetiva na limpeza de bueiros e desobstruções de galerias em diversos locais da capital.  

A Prefeitura de São Luís está com todos os órgãos da administração municipal capacitados para atuar em ocorrências urgentes, envolvidos com a operacionalização e execução de obras, serviços de manutenção e reparos de locais públicos, em uma frente de trabalhos estratégica, no sentido de atender às demandas deste período de fortes chuvas, mais intensas do que nos últimos anos.

De acordo com o Núcleo de Meteorologia (Nugeo) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o mês de março fechou com 773,2 milímetros de chuvas, sendo que a média esperada pela o período era de 428 milímetros. O temporal mais severo registrados nos últimos dias ocorreu na terça-feira (31 de março), quando choveu 123,2 milímetros.

Na quinta-feira (2), uma fissura no asfalto ocorrida na Avenida dos Holandeses chegou a interditar o tráfego, no final da tarde. Uma equipe da Secretaria Municipal de Obras e Serviços (Semosp) foi mobilizada para sanar o problema. No caso da Avenida dos Holandeses, a fissura no asfalto surgiu em um trecho onde há uma pequena ponte, que transpõe um trecho do Rio Pimenta, no sentido Calhau.

Agentes de Trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) desviaram o tráfego para dar segurança aos serviços de reparo. Operários e maquinário, como uma retroescavadeira, foram utilizados na operação. O trecho afetado, que sofreu fuga de material, está sendo preenchido com pedras e concreto. A pista no sentido Olho d’Água/Centro já foi liberara e o sentido contrário será liberado após conclusão da obra.

“Os trabalhos neste trecho da Avenida dos Holandeses seguiram por toda a noite e foram retomados pela manhã, de forma a liberar o trânsito de veículos o mais breve possível”, explicou o secretário Antonio Araújo (Semosp), ressaltando que a Prefeitura está preparada para atuar em casos emergenciais como este ocorrido, com equipes de prontidão aptas a realizar intervenções e reparos.

Nos últimos dias, também por efeito das fortes chuvas, um trecho da Avenida Jerônimo de Albuquerque precisou de reparos, embora o tráfego não tenha sido comprometido. Foi no dia 31 de março, terça-feira, quando e enxurrada provocou erosão à margem da avenida, em um trecho próximo ao Elevado da Cohama. A calçada foi danificada e parte do muro de uma propriedade particular foi abaixo.

Equipes da Semosp foram deslocadas para o referido ponto para reparar os danos causados, reforçando os alicerces da calçada e garantir a segurança de pedestres e também do trânsito. No local, homens e máquinas preencheram a área com pedras e concreto para conter o avanço da erosão na borda da via. A concretagem foi finalizada e obra está em fase de acabamento.

OUTROS SERVIÇOS

A Prefeitura continua intensificando os serviços de desobstrução dos dispositivos de drenagem como galerias, bocas de lobo, bueiros e canais, e contensão de erosão em diversos locais para minimizar os impactos das fortes chuvas na capital.

Nesta semana, as equipes atuaram na Avenida dos Africanos onde realizaram a limpeza manual retirando lixo, areia e outros resíduos das galerias. A operação também foi realizada no bairro Anil, próximo à antiga sede social do Grêmio Lítero Recreativo Português; também na Curva do Noventa (Vinhais) e ainda na região do Coroadinho.

Nesta sexta-feira (3) as equipes realizaram a limpeza de galerias na Rua Nossa Senhora da Guia, no Coroadinho, na Avenida Kenneny, entre outros locais. Os canais do São Bernardo e do Rio Gangan, no Turu, estão recebendo o serviço de limpeza mecanizada com auxílio de retroescavadeira.

Lembrando que, ao longo do mês de março, as equipes executaram a desobstrução de galerias em diversos locais a exemplo das avenidas Guajajaras, São Luís Rei de França, Jerônimo de Albuquerque, Africanos, Franceses, Anel Viário, Avenida Beira-Mar, região do Mercado Central, entre outros locais.  Serviços de manutenção foram feitos nos bairros Monte Castelo, Renascença, Cidade Operária, Vila Bangu, Recanto dos Vinhais, São Francisco, Coroado e outros. Foi realizada também a limpeza mecanizada dos canais do Rio das Bicas, no Coroadinho; do Rio Paciência, no São Cristóvão; e da Matança, no Anil.

Ressaltando ainda que, a Prefeitura continua investindo na ampliação do sistema de drenagem da cidade, com a reconstrução de canais e implantação de sistemas de drenagem profunda, galerias e redes de escoamento superficial, priorizando as áreas de inundações recorrentes. Obras de macrodrenagem estão em andamento nas regiões da Divineia, Santa Bárbara e Tibiri.

FORÇA-TAREFA

Desde o início do período chuvoso, o prefeito Edivaldo determinou a criação de uma força-tarefa que envolve diversos órgãos da Prefeitura de São Luís para a execução de trabalhos preventivos e de recuperação dos danos causados pelas chuvas.

Além dos serviços de reparos em vias e locais públicos, sob responsabilidade da Semosp, há também o trabalho da Defesa Civil, órgão da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), responsável pela vistoria dos imóveis para verificar se as estruturas estão comprometidas pelas chuvas e se há risco de desabamento.

As equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semcas) realizam o trabalho de orientação às famílias, fazendo o levantamento dos prejuízos causados pelas chuvas e quais famílias necessitam de abrigo por mais tempo.

Também foram mobilizadas equipes do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) e da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), executando serviços de remoção de árvores e poda, limpeza em pontos de descarte irregular, orientação e assistência às famílias prejudicadas entre outros.

EMERGÊNCIA

Em caso de emergência, entre em contato com a Defesa Civil por meio dos números (98) 3212-8473 / (98) 98822-5352 / 153 (para números da operadora Oi) ou 190 (Ciops).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem