agencia

Notícias

Sábado, 23/05/2020 - 08h38

Inscrições e atualizações no Cadastro Único podem ser feitas pelo call center da Prefeitura de São Luís

Serviço está em funcionamento e é uma medida da gestão do prefeito Edivaldo visando garantir a continuidade dos serviços da assistência social ofertados pela Prefeitura às famílias em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia da Covid-19

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Inscrições e atualizações no Cadastro Único podem ser feitas pelo call center da Prefeitura de São LuísAs inscrições e atualizações no Cadastro Único já podem ser feitas por meio do call center (98) 3133-6407, um serviço da Prefeitura de São Luís, via Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), em parceria com o Grupo Elo. Trata-se de uma determinação do prefeito Edivaldo Holanda Junior, no sentido de continuar a ofertar ações assistenciais do município à população de baixa renda, especialmente as pessoas em situação de vulnerabilidade social, durante a pandemia da Covid-19.

Por meio do novo call center, os cidadãos podem ter acesso, ainda, a informações de programas como Bolsa Família (inscrição, bloqueio e desbloqueio), tarifa social de energia elétrica, passe livre para pessoas com deficiência, auxílio-funeral, auxilio-renda, auxilio-natalidade, denúncias de violação de direitos, entre outros. A central conta com um menu para escolha do tipo de atendimento desejado, como definir se o solicitante precisa de atendimento para os Cras ou Creas, ou escolher o tipo de suporte que precisa para cada um desses serviços. 

O call center funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e tem capacidade para receber até duas mil chamadas por dia. Ressaltando que o serviço não é terceirizado, ou seja, trata-se de uma equipe de profissionais e técnicos que atendia presencialmente nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e nos Centros de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) e que, agora, estão na central telefônica. Então, entende-se que estas medidas são um aprimoramento da política de assistência social, uma reinvenção dos serviços para melhor atender à população, para que em momento nenhum a população seja prejudicada.

“Desde o dia 23 de março, tão logo foram decretadas as medidas de isolamento social por causa da pandemia, quando foi preciso pensar as melhores formas de atender à população, a Prefeitura vem adotando ações estratégicas como estas, inclusive buscando parceria com a iniciativa privada. Hoje, por telefone, pode-se ter acesso tanto a serviços dos Cras quanto Creas, assim como do Cadastro Único. Desde então, já recebemos mais de oito mil ligações, isto é, oito mil atendimentos já foram realizados e, hoje, ampliamos a capacidade de atendimento para até duas mil ligações por dia”, explicou a secretária municipal Andréia Lauande (Semcas).

MAIS SOBRE O CADASTRO ÚNICO 

O Cadastro Único é um programa do Governo Federal que integra um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza e  serve como base para seleção das famílias para acesso a benefícios e programas sociais. Estas informações são utilizadas também pelos estados e municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da vida destas famílias.

No Cadastro Único devem estar cadastradas as famílias de baixa renda; as que ganham até meio salário mínimo por pessoa; ou que ganham até três salários mínimos de renda mensal total.  O programa serve como base para seleção das famílias para acesso a mais de 20 benefícios e programas sociais federais, como Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Verde (de apoio à conservação ambiental), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Fomento às Atividades Produtivas Rurais, Carteira do Idoso, aposentadoria para pessoa de baixa renda, entre outros.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem