agencia

Notícias

Sábado, 30/05/2020 - 12h05

Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura de São Luís segue com ações nas praias da Ponta d’Areia e Olho d’Água

Efetivo trabalha para evitar afogamentos e outros acidentes nas parias de responsabilidade do município; durante a pandemia, profissionais estão ressaltando para os frequentadores a necessidade de manter o distanciamento social

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura de São Luís segue com ações nas praias da Ponta d’Areia e Olho d’Água

A guarnição do Corpo de Salva-Vidas da Prefeitura de São Luís, serviço ligado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), prossegue com suas rondas preventivas nas praias da Ponta d’Areia e Olho d’Água, de responsabilidade do município. Além de realizar um trabalho de proteção à vida para garantir a prevenção a afogamentos e outros incidentes nestas praias, os agentes também levam orientação e conscientização sobre a importância de evitar aglomeração de pessoas por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Logo no início da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020, os salva-vidas da Prefeitura, que já faziam rondas diárias pelas orlas das praias, ganharam mais uma missão: orientar banhistas e praticantes de esportes e atividades ao ar livre a evitar os espaços como forma de prevenir possíveis focos de contaminação, conforme determina os decretos do Governo do Maranhão e do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

“Nossa guarnição já trabalhava bem com as técnicas de aproximação e abordagem de banhistas por conta da prevenção a afogamentos e pedindo que frequentadores evitem aglomeração. Com a pandemia, incluímos agora a orientação para que as pessoas respeitem o isolamento social, usem máscaras e os bares e restaurantes se enquadrem nos decretos do poder público”, destaca o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Heryco Coqueiro.

Os postos salva-vidas da Prefeitura contam com um efetivo diário de oito profissionais, equipados com quatro quadriciclos, embarcação (lancha), equipamentos de reanimação, pranchas, colar cervical, talas moldáveis, materiais de primeiros socorros, nadadeiras, tubo de resgate e um conjunto de materiais flutuantes, além de uma torre de observação que abriga o salva-vidas e dá visão do movimento na orla.

Para atuar em salvamentos nas praias, os salva-vidas da Prefeitura estão sempre em busca de aperfeiçoamento e em treinamento de resistência. Além disso, o grupo também busca aprimoramento nas abordagens realizadas aos banhistas, buscando levar turistas e frequentadores das praias a conscientização e assim, buscar prevenir possíveis ocorrências de afogamentos e outras situações de acidentes.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem