agencia

Notícias

Sábado, 30/05/2020 - 13h00

Prefeitura de São Luís inicia pagamento do auxílio-renda para famílias em situação de extrema pobreza

Iniciativa soma-se a outras estratégias da gestão do prefeito Edivaldo voltadas para a área da assistência social no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A Prefeitura de São Luís, por intermédio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) inicia o pagamento do auxílio-renda no valor de R$ 40,00 que será concedido para mais de 12 mil famílias em situação de risco e vulnerabilidade social enquanto durar a pandemia. Essa é mais uma intervenção da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para auxiliar as famílias assistidas pela política de assistência social durante a crise sanitária do novo coronavírus (Covid-19). Este mês serão pagas as parcelas de abril e maio. O pagamento inicia na terça-feira, 02 de junho, para quem tem números de telefones cadastrados já confirmados pela Semcas. Os demais recebem, por ordem alfabética, a partir do dia 5 junho seguindo o pagamento para estes até o dia 18 de junho.

"Estamos trabalhando para garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade possam passar por esta grave crise sanitária da melhor forma possível. Nosso objetivo é minimizar os danos causados pela Covid-19 e para isto estamos investindo em ações de assistência à população não apenas na área de saúde. Além do auxílio-renda, temos outras medidas de apoio à população com menor poder aquisitivo, como a entrega de cestas básicas, isenção da taxa de iluminação pública,  entre outras que também atende famílias de alunos da nossa rede de ensino que estão sendo beneficiadas com kits alimentação durante o período em que os filhos estão fora da sala de aula, em razão do momento que vivemos de isolamento social”

Os contemplados com o auxilio-renda receberão o benefício nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil, caixas 24h, e agências correspondentes do banco. Para receber o benefício, a pessoa precisa ser beneficiária do programa Bolsa Família, ter renda familiar per capta mensal até R$ 89,00, ter como chefe do grupo familiar a mãe, ter na sua composição familiar crianças de 0 a 3 anos de idade e possuir o Cadastro Único atualizado nos últimos dois anos. 

“Nós trabalhamos para identificar, inicialmente por meio dos telefones fornecidos, quais ainda estão ativos, visto que esses números irão  receber um SMS contendo o protocolo e a senha que dará acesso ao saque", explicou a titular da Semcas, Andréia Lauande, ressaltando ainda que nesse levantamento realizado, dos 12 mil, apenas 221 telefones foram confirmados como sendo dos titulares atualmente. "Assim, buscamos o apoio da Secretaria Municipal de Informação e Tecnologia (Semit) para desenvolver um acesso via site da Prefeitura para garantir que todas as famílias que atendam aos critérios e constam da nossa lista possam receber o amparo. Mais uma vez, a gestão do prefeito Edivaldo investe esforços e recursos para chegar a quem mais precisa”, completou a secretária da Semcas.

PAGAMENTO

No dia 2 de junho, os 221 beneficiários  com números de telefone atualizados e já confirmados pela Secretaria receberão um SMS via celular, informando protocolo e senha e já podem se direcionar para o saque. Já os demais que forneceram número fixo ou mudaram de contato ao longo do tempo, recebem a partir do dia 5, por ordem alfabética. Para isso, precisam acessar o site da Prefeitura de São Luís http://auxiliorenda.saoluis.ma.gov.br/, procurar a opção Acessar Auxílio.

Ao entrar na página será solicitado o CPF, se confirmado o direito,  a beneficiária deve seguir as recomendações informando os dados solicitados: nome da mãe; cidade de nascimento do beneficiário e data de nascimento. Após todos os campos preenchidos, basta clicar em “enviar informações”. Se todos os dados estiverem preenchidos de forma correta, o sistema irá emitir o número do protocolo e senha que dará direito ao saque.

Ao chegar nos caixas eletrônicos, o beneficiário devera escolher na tela principal a opção “saque”, na segunda imagem que abrir confirmar a opção saque. Quando a outra tela abrir, selecionar “benefícios emergenciais”. Logo em seguida será solicitado o número do protocolo e em seguida a senha. Após digitar tudo corretamente confirmar e o recurso será liberado.

O pagamento dos meses de abril e maio serão efetuados por ordem alfabética para evitar aglomerações, a partir do dia 5, conforme calendário. A terceira parcela tem previsão de pagamento para a segunda quinzena de 22 junho.

O calendário por ordem alfabética obedece a seguinte ordem:

- Dia 5/06 -   letra A; 

- Dia 8/06 – letras B e C;

- Dia 09/06 - letras D e E;

- Dia 10/06 -  letras F-G-H;

- Dia 11/06 – letras I e J;

- Dia 12/06 - letras K e L;

- Dia 15/06 - letra M;

- Dia 16/06 - letras N-O-P-Q;

- Dia 17/06 - letras R e S

- Dia 18/06 - letras T-U-V-W-Y e Z.

O calendário dos demais pagamentos serão publicados nas redes oficiais da Prefeitura de São Luís e grande imprensa. Os beneficiários também terão à disposição para dúvidas a Central de Relacionamento do Banco do Brasil (telefone: 4003 0107). 

SAIBA MAIS

A Prefeitura de São Luís implementa também outras medidas para auxiliar as pessoas em situação de baixa renda e de vulnerabilidade social como a entrega de cestas básicas, suspensão da cobrança da tarifa de iluminação pública por três meses para quem consome até 220 kWh e integra a tarifa social de energia elétrica e, ainda, realiza a distribuição dos kits de alimentação a alunos da rede municipal de ensino. 

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem