agencia

Notícias

Segunda-feira, 13/04/2015 - 15h13

Escolas da rede municipal promovem momento cívico em alusão ao Dia do Hino Nacional

Promover o reforço do sentimento cívico e despertar, nos estudantes, noções de patriotismo e cidadania. É com esse o objetivo que as escolas da rede municipal de ensino de São Luís promovem, periodicamente, a cerimônia de execução do hino nacional e hasteamento da bandeira entre os educandos. Nesta

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Alunos da rede municipal participam de momento cívico em alusão ao Dia do Hino NacionalPromover o reforço do sentimento cívico e despertar, nos estudantes, noções de patriotismo e cidadania. É com esse o objetivo que as escolas da rede municipal de ensino de São Luís promovem, periodicamente, a cerimônia de execução do hino nacional e hasteamento da bandeira entre os educandos. Nesta segunda-feira (13), data em que se comemora o Hino Nacional Brasileiro, a tradição foi mantida.

Na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Maria Rocha, a execução do hino nacional acontece pelo menos uma vez por semana, antes do início das aulas. Para a gestora da unidade escolar, Miriam de Jesus Martins, a atividade é um complemento ao exercício da cidadania.

"Incentivamos os estudantes a entender a letra do hino nacional e a importância desse símbolo para o país", disse a gestora. Letra, interpretação e conscientização acerca de valores civilizatórios a partir do hino nacional também estão entre os conteúdos civilizatórios trabalhados pelos professores em sala de aula.

A execução do hino nacional nas escolas de Ensino Fundamental do país pelo menos uma vez na semana é lei desde 21 de setembro de 2009. As escolas podem criar o melhor horário para cumprir o disposto na lei, contanto que realizem o momento em todos os turnos de aulas.

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, lembrou que a atividade pode ajudar os estudantes a aprofundar os conhecimentos sobre a história do país. "É mais uma oportunidade, para os estudantes, de ampliar conhecimento e até vocabulário. Também propicia o conhecimento dos estudantes sobre aspectos da história brasileira e desperta sentimentos de pertencimento e autoestima", disse Geraldo Castro.

ROTINA

Soraya Nunes Pinheiro, gestora da U.E.B. Pedro Marcosini Bertol, trabalha há 25 anos na rede municipal de ensino e afirma que, em todas as escolas por onde passou, fez questão de tornar rotina a execução do hino nacional. Periodicamente, a escola também executa o Hino da Bandeira e a Louvação a São Luís – hino oficial da cidade.

"Todos os dias, nos turnos matutino e vespertino, fazemos o momento cívico antes do início das aulas. Como brasileiros, precisamos aprender a respeitar aquilo que remete à nossa pátria, pois somos todos cidadãos desde pequeninos", frisou.

Na escola, o assunto fez parte dos conteúdos de sala de aula desta segunda-feira. A professora Marijane Silva Santos, do 4º ano do Ensino Fundamental da escola, aproveitou a data comemorativa para trabalhar a letra e a interpretação do Hino Nacional em sala de aula. "Os alunos precisam aumentar sua compreensão sobre o ser cidadão, entendendo e respeitando as coisas que falam da pátria", reforça a professora.

A iniciativa é aprovada pelos estudantes. William Ícaro Ribeiro, 9 anos,estudante do 4º ano da U.E.B. Maria Rocha, diz que cantar o hino é um ato de respeito ao Brasil. "Colocamos a mão direita no peito e a esquerda para trás", explica William, demonstrando a posição correta.

SAIBA MAIS

No dia 13 de abril, comemora-se a criação do Hino Nacional Brasileiro. A música do Hino Nacional do Brasil foi composto por Francisco Manuel da Silva em 1822. A letra do hino veio mais tarde, em 1909, escrita por Joaquim Osório Duque Estrada. Mas foi somente em primeiro de setembro de 1971 que a letra do hino foi oficializada por meio da Lei Federal nº 5.700, pelo então presidente Epitácio Pessoa.

Para acessar a galeria de imagens desta reportagem, clique aqui.