agencia

Notícias

Quinta-feira, 26/06/2014 - 10h26

Prefeitura desenvolve projeto de revitalização paisagística da cidade

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

A primeira etapa consiste na produção de mudas ornamentaisA Prefeitura de São Luís, através do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), está desenvolvendo um projeto para revitalização ambiental de praças, rotatórias e avenidas da capital. A primeira etapa consiste na produção de mudas ornamentais, em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), e será iniciada na próxima semana.

O presidente do Impur, Luiz Carlos Borralho, explicou que o convênio segue a política de parcerias institucionais defendidas pelo prefeito Edivaldo para a melhoria da qualidade de vida da população de São Luís. "Toda colaboração é bem vinda e a parceria com a Uema é uma forma de ressaltar a importância na conservação das áreas verdes aqui existentes. Além disso, o projeto possibilita o envolvimento da comunidade e dos acadêmicos na produção das mudas, multiplicando cidadania, cuidado com a cidade e a própria visão urbanística", disse.

Com a produção de mudas por meio do acordo firmado com a Uema, além de promover a redução de custos para o Impur, que antes adquiria as mudas para plantação, também incentivará a preservação do meio ambiente. A equipe técnica do Impur promoverá oficinas nas comunidades, com o objetivo de capacitar as pessoas interessadas em ajudar na plantação após a produção das mudas durante a primeira etapa do projeto.

Para o superintendente de Intervenção Paisagística Urbana do Instituto, André Nicomedes, a capacitação e mobilização da comunidade são etapas fundamentais para a execução do trabalho. "Durante o treinamento, a comunidade será instruída a plantar as árvores nos locais adequados. É também durante essa formação que incentivamos o desenvolvimento da educação ambiental para a preservação do meio ambiente", afirmou.

De acordo com o convênio estabelecido entre a Prefeitura e a Uema, o município fornecerá a mão-de-obra, os insumos para produção de composto orgânico, a logística e o acompanhamento dos trabalhos. Em contrapartida, a Universidade oferecerá o espaço dotado de infraestrutura para o cultivo das mudas e os alunos. Os docentes do Curso de Agronomia desenvolverão trabalhos de extensão para mobilizar as comunidades locais.

Nesta primeira fase, serão produzidas mudas de grama amendoim, grama roxa, alfinetinho, clorofito, helicônia, dentre outras espécies que poderão ser solicitadas conforme as demandas de campo que surgirem dos projetos a serem executados. Simultaneamente à produção das mudas, a equipe técnica do Impur realizará o controle de pragas e parasitas em área públicas e o levantamento dos locais que necessitam da reposição de árvores.