agencia

Notícias

Quinta-feira, 18/04/2019 - 09h16

Prefeitura fortalece política estratégica de vigilância em saúde e alinha ações para os próximos anos

Oficina realizada nesta quarta-feira (17), reuniu coordenadores da Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária da Semus

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura fortalece política estratégica de vigilância em saúde e alinha ações para os próximos anos

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizou, nesta quarta-feira (17), em sua sede, a Oficina de Fortalecimento Estratégico das Capacidades em Vigilância em Saúde, com a participação de coordenadores da Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Sanitária. O objetivo foi alinhar as estratégias visando ao alcance das metas estabelecidas para as ações de controle e monitoramento dos riscos e danos à saúde, a serem desenvolvidas em São Luís, nos próximos anos.

O encontro foi aberto pelo secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, que destacou a importância do planejamento. "A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior tem priorizado esse processo de discutir coletivamente, avaliar e propor soluções porque isso facilita a tomada de decisões, a partir de quem conhece a realidade onde as políticas públicas estão atuando. A Semus tem adotado o planejamento, envolvendo todos os setores da Secretaria, mesmo em níveis distintos de competências", explicou.

Durante a oficina foram apresentados os resultados já alcançados e formados grupos de trabalho para avaliar a eficiência das ações desenvolvidas e identificar aspectos a serem aprimorados. Segundo a superintendente de Vigilância Epidemiológica e Sanitária, Terezinha Lobo, a oficina favorece o alcance de objetivos e o direcionamento do trabalho.

"Os profissionais estão na linha de frente da vigilância em saúde; por isso, nesse encontro, eles apontam os instrumentos que facilitam o desenvolvimento e planejamento de ações, com definição de prioridades, porque as coordenações são interdependentes e interativas" disse. Ao final da oficina foi montada a plataforma de monitoramento permanente das ações de vigilância em saúde.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem