agencia

Notícias

Quarta-feira, 21/08/2019 - 14h48

Com oficina de gastronomia, gestão do prefeito Edivaldo estimula o conhecimento e a geração de renda

Aulas ocorrem no Centro de Capacitação em Culinária Típica, instalado no Museu da Gastronomia Maranhense, onde os alunos aprenderam receitas da culinária local; inciativa da gestão do prefeito Edivaldo tem entre os objetivos resgatar a culinária típica do Maranhão

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Com oficina de gastronomia, gestão do prefeito Edivaldo estimula o conhecimento e a geração de rendaA oficina com o tema 'Sabores da Terra: bacuri e suas receitas', uma realização da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), capacitou 20 alunos para a produção de cremes, bombons e doces. A formação faz parte de um conjunto de ações da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior voltadas para resgatar a culinária típica do Maranhão e possibilitar a geração de emprego e renda através da gastronomia. As oficinas, com temas diversificados, têm ocorrido com regularidade e as aulas ocorrem no Centro de Capacitação em Culinária Típica do Museu da Gastronomia Maranhense. 

No primeiro dia de oficina com o bacuri, os alunos fizeram um tour pelo Museu, para entender a história do Maranhão pelo viés gastronômico. Além disso, passaram por aulas teóricas sobre a cidade, suas lendas, poetas e encantos. "O objetivo dos cursos disponibilizados pela gestão do prefeito Edivaldo é fazer com que a população entenda a riqueza cultural e gastronômica do Maranhão. Quando a população entende a sua cidade, ela constrói uma visão melhor para si e para o turista que chega na cidade", explica a secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.

Os participantes compreenderam esta visão durante a oficina e também entenderam sobre os processos necessários para a boa manipulação, limpeza e tratamento de alimentos. As aulas foram ministradas pelo instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Andrew Costa, que orientou o preparo dos alimentos feitos com o bacuri durante a tarde desta terça-feira (20).

Durante o encerramento da oficina, a secretária de Turismo assinou um termo de parceria com o diretor regional do Senac, Ahirton Lopes, para a realização de mais oficinas com instrutores da instituição. "É uma parceria de benefício mútuo trabalhar com a Prefeitura por meio da Setur. O objetivo do Senac é capacitar a população, e é muito bom poder compartilhar essa meta com outras instituições", disse o diretor do Senac.

Em relação aos alunos, a busca por conhecimento e alternativas de renda tem sido a principal motivação apontada pelos participantes, como Maria de Jesus Sousa. "Alimentação é cultura, né? Aprendi muitas histórias sobre São Luís que eu, que nasci e me criei aqui não sabia. Deu pra aprender bastante sobre as possibilidades de receitas com o bacuri e eu espero poder recriar os pratos para ter mais uma renda", explicou.

Já a atendente Valdineia Ferraz contou que aprendeu desde a gastronomia até a azulejaria presente no Centro Histórico de São Luís. "Aprendi coisas que nem imaginava, como a diferença entre os azulejos portugueses e franceses que estão aqui no Centro. Muito bom, não ficou focado somente na gastronomia, mas deu um contexto geral sobre a importância da cidade para os maranhenses. Eu espero poder comercializar os produtos que aprendi a fazer aqui hoje", disse Valdineia. Já foram realizadas oficinas sobre a macaxeira, vinagreira e também sobre o milho.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem