agencia

Notícias

Quarta-feira, 21/08/2019 - 15h39

Prefeitura e Abrinq realizam seminário de enceramento do programa Protegendo Sonhos

Ação teve como objetivo melhorar o desempenho de alunos do Ensino Fundamental e reuniu professores de português e matemática, educadores, orientadores dos Cras e técnicos da Semed e Semcas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

 

 

Prefeitura e Abrinq realizam seminário de enceramento do programa Protegendo SonhosO seminário de encerramento do Programa Protegendo Sonhos 2019, uma iniciativa da Fundação Abrinq, em parceria com a SC Johnson e a Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e da Criança e Assistência Social (Semcas),  ocorreu na tarde desta quarta-feira (21), no auditório do curso de Hotelaria e Turismo da UFMA, Centro. O programa tem foco na qualificação da leitura, escrita e matemática e, por meio de treinamentos realizados com professores, coordenadores, gestores da rede municipal e educadores sociais dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), busca melhorar o desempenho de alunos do Ensino Fundamental. A parceria é parte da política educacional do prefeito Edivaldo Holanda Junior para a Educação municipal. 

Na ocasião, representantes de escolas da rede municipal de São Luís e da rede municipal de São Paulo, estes convidados do evento, compartilharam experiências a partir das boas práticas desenvolvidas nas escolas. Participaram da atividade do programa as Unidades de Educação Básica (U.E.Bs.) Haydee Chaves, Santa Clara, Primavera, Menino Jesus De Praga, Alberto Pinheiro, Rosália Freire e Rubem Almeida, com envolvimento direto dos professores de português e matemática, educadores das escolas e ainda orientadores dos Cras e técnicos da Semed e Semcas. 

Para o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa, as parcerias são fundamentais para garantir o direito à educação. "Envolver a comunidade escolar para juntos refletirem temas importantes para a educação dos estudantes faz-se necessário para a formação dessas crianças e adolescentes e, neste sentido, as parcerias, incentivadas pelo prefeito Edivaldo, têm um papel importante nesse processo, pois elas garantem também a proteção dos sonhos", pontuou.

Para a orientadora social do Cras Vinhais, Milena Castro, o programa é muito importante para as crianças. "Eles aprendem além de tudo, a socializar e conviver, também a respeitar valores. É importante que os pais participam também", disse.

O programa já beneficiou mais de 13.900 crianças e adolescentes em quatro capitais do Brasil. Para a coordenadora do Programa Protegendo Sonhos da Fundação Abrinq, Daniela Florio, o momento de compartilhar experiências é enriquecedor. "Por mais que sejam municípios distintos, o público é muito semelhante, são crianças e adolescentes de escola pública e todos têm direito à educação integral, e falar o que está sendo trabalhado dentro do foco do programa, a experiência de cada escola, é enriquecedor", pontuou.

Ao longo do seminário, representantes de algumas escolas de São Luís compartilharam as experiências vividas durante a execução do programa. Eles levaram também detalhes das vivências fomentadas pelo programa por meio de banners, materiais construídos e apresentações culturais, como Hip Hop Direitos Humanos em Movimento, apresentado por pessoas da Vila Luisão e grupo musical de flautas e cordas da U.E.B. Menino Jesus de Praga.

Para João Guilherme Sodré, 14, estudante da Menino Jesus de Praga, as aulas de violão que teve acesso por meio do programa mudaram a vida dele. "O vilão em deixou mais calmo, mais tranquilo, eu me emociono quando toco",disse ele, que tem um sonho. "Quero aprender bateria, que será meu desafio". Já Karla Lavinha, 12, entrou pela curiosidade. "Gosto de instrumentos, quando vi a flauta no programa fiquei curiosa", revela.

As convidadas da rede municipal de São Paulo - diretora regional de Educação da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Regina Bruhns e a assistente técnica de Educação, Daniela Hikawa, proferiram a palestra "Um Panorama da Rede Municipal de Ensino de São Paulo".

TEMAS 

Cada bairro que contempla uma escola participante do Programa Protegendo Sonhos, possui também uma unidade do Cras realizando atendimento para a mesma região e, consequentemente, para os mesmos adolescentes, que frequentam o local no contra turno escolar. Sendo assim, os treinamentos têm o objetivo de qualificar o atendimento integral aos estudantes que apresentaram seus trabalhos durante o seminário de encerramento. 

A U.E.B Menino Jesus de Praga, que trabalhou em conjunto com o Cras Vinhais, desenvolveu o programa a partir da reflexão sobre as questões sociais e humanas abordadas no livro "Quarto de Despejo", de Carolina Maria de Jesus.

O trabalho na U.E.B Santa Clara, feito em parceria com o Cras Cidade Operária, permitiu que os estudantes produzissem um projeto de vida a partir da história de cada um, tendo em vista as realidades sociais e econômicas. Dentro desta perspectiva, foram trabalhados autoconhecimento, empreendedorismo, mercado de trabalho, etc.

Na U.E.B Rubem Almeida, parceria Cras Turu, foram abordados temas como drogadição, desigualdade social, discriminação racial e reflexões sobre a importância da leitura. A U.E.B Haydee Chaves, parceria Cras Maracanã, realizou atividades lúdicas envolvendo a comunidade escolar. Fez dinâmica como Guia Cego, para desenvolver a cooperação e trabalhou com a leitura do livro "Meu Pé de Laranja Lima", de José Mauro de Vasconcelos.

O protagonismo juvenil foi um dos temas trabalhados na U.E.B Rosália Freire, parceria com o Cras Vila Nova. Além desta temática, abordaram ainda direitos humanos e cidadania, relações étnico-raciais. Violência na escola, bullying e preconceito foram as temáticas trabalhadas na U.E.B Primavera, parceria com o Cras Anil. O objetivo foi levantar uma reflexão sobre as consequências das situações de violência e desenvolver a cultura de paz.

Na U.E.B Alberto Pinheiro, parceria com o Cras Centro, foram trabalhadas as diversas culturas dos povos que vivem em nosso país. Foram realizadas rodas de conversa e discussão do filme "Escritores da Liberdade".

 Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem