agencia

Notícias

Quinta-feira, 28/11/2019 - 17h14

Prefeitura de São Luís fará ação social para moradores de área de risco no bairro São Cristóvão

Iniciativa vai ocorrer em dezembro e terá participação de secretarias municipais, ONGs, igrejas e entidades; ação soma-se a outras que a gestão do prefeito Edivaldo realiza nestas comunidades

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura de São Luís fará ação social para moradores de área de risco no bairro São CristóvãoA Prefeitura de São Luís promoverá, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc) e da Superintendência de Defesa Civil Municipal (Sudec), uma ação social no bairro São Cristóvão envolvendo moradores de áreas de risco que residem na região. O evento acontecerá dia 21 de dezembro, das 8h às 13h, na praça central da comunidade. Dentre as atividades, estão previstas atendimentos médicos, assistência jurídica e assistência social a ser ofertadas com o apoio de outras secretarias municipais, Cruz Vermelha, ONGs e entidades filantrópicas. A ação soma-se a outras que a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior realiza em áreas de risco na capital.

Para tratar sobre a organização e infraestrutura da ação social, foi realizada uma reunião técnica na sede da Semusc, na quarta-feira (27), com a participação da Guarda Municipal de São Luís, Defesa Civil, representantes da Secretaria Municipal de Desportos e Lazer (Semdel), Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), moradores do São Cristóvão e pastores representantes de 80 congregações da Assembleia de Deus que também desenvolvem trabalhos sociais na área para acertar os detalhes da iniciativa.

Durante a reunião, o secretário municipal de Segurança com Cidadania, Héryco Oliveira Coqueiro, destacou a importância do trabalho social que será feito na comunidade. “O objetivo da ação social é atender o cidadão, e levar aos moradores da comunidade, principalmente o que mora em área de risco, como é o caso específico do São Cristóvão, orientações para prevenir situações decorrentes de chuvas intensas, como ocorreram no início do ano, conforme orientação do prefeito Edivaldo”, afirmou.

Durante a ação social, a expectativa é de que sejam realizados mais de 300 atendimentos entre a comunidade dos bairros São Cristóvão, Tirirical e adjacências. Serão ofertados atendimentos médicos. Também serão realizados atendimentos jurídicos, de estética, massoterapia e palestras sobre o direito da mulher e do idoso. Haverá ainda palestras sobre prevenção contra a dengue, oficinas de emprego e renda (confecção de bonecas, tricô, tapetes e artes com materiais recicláveis).

"Ao longo do ano, várias ações sociais foram desenvolvidas nos pontos de risco, pois é mais uma ferramenta que utilizamos com bastante eficácia e que integra o conjunto de estratégias que usamos para chegar até à comunidade-alvo a fim de desenvolver esse trabalho preventivo", destacou  a Superintendente da Defesa Civil de São Luís, Elitânia Barros.

O pastor Nivaldo Duarte, da  de Deus, participou da reunião representando 80 pastores de congregações que atuam junto à comunidade do São Cristóvão e adjacências. “É a primeira vez que vamos participar dessa ação e a expectativa é a melhor possível, pois temos mais de 30 mil membros de 300 igrejas na área, morando no bairro e que vão poder ser alcançadas por meio dessa iniciativa”, relata.

Entre as entidades parceiras da ação social estão a Cruz Vermelha Brasileira, Projeto Nelson Andrade, além do apoio da Semsa e Semdel e da Casa da Mulher Brasileira, que deverá designar delegadas e assistentes sociais para orientar mulheres sobre como fazer denúncias de agressão. No encerramento, haverá apresentação de coral e da Banda da Guarda Municipal de São Luís.

A Guarda Municipal de São Luís (GMSL) também participará das ações sociais, através do Grupamento de Ações Comunitárias (GAC), que vai levar oficinas às mulheres da comunidade, como a de confecção de bonecas de pano, tricô e ornamentos feitos a partir de materiais recicláveis.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem