agencia

Notícias

Sábado, 18/01/2020 - 09h29

Prefeitura de São Luís capacita ambulantes de áreas do Centro que trabalham em logradouros que estão sendo reformados

Comerciantes das praças da Saudade, Misericórdia, Bíblia e Parque do Bom Menino receberam informações sobre empreendedorismo, crédito e vendas; reforma dos espaços integra o programa São Luís em Obras

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Prefeitura capacita ambulantes de áreas do Centro que trabalham em logradouros que estão sendo reformadosA Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan) e Projetos Especiais (Sempe), promoveu, esta semana, um ciclo de capacitações aos ambulantes que trabalham nas praças da Saudade, Misericórdia, Bíblia e Parque do Bom Menino. Os logradouros estão sendo reformados pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior dentro do Programa São Luís em Obras que promove novas melhorias na área da infraestrutura urbana de São Luís como requalificação de espaços públicos, reformas de mercados e unidades de saúde e ainda pavimentação em diversos bairros de São Luís.

 A Seplan, por meio da Sala do Empreendedor, realizou as oficinas e palestras. A demanda deu-se pela Sempe. Essa primeira etapa do ciclo de capacitações teve a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA) e Centro de Apoio aos Pequenos Empreendimentos (Ceape) que promoveram para o público participante as oficinas Empreender, Como Controlar Fluxo de Caixa, Sei Formar Preço, Como Aumentar Suas Vendas e a Palestra Microcrédito Orientado.

A abertura da primeira etapa contou com a participação do secretário de Planejamento, José Cursino Moreira, da secretária adjunta de Desenvolvimento Sustentável, Cáritas Ribeiro e do gerente da Unidade Regional do Sebrae em São Luís, Mauro Formiga. A secretária adjunta de Desenvolvimento Sustentável da Seplan, Cáritas Ribeiro, explicou a importância da capacitação.

A capacitação é contrapartida social do projeto que é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).  "É um trabalho de capacitação e realocação dos ambulantes para que, assim, gerem novas perspectivas e novas formas de administração do seu negócio. Outra questão importante, que vale ressaltar, é que a grande maioria dos ambulantes que estão trabalhando nessas praças, não são formalizados, então a partir dessa realidade, a Prefeitura de São Luís irá realizar, através da Sala do Empreendedor, todo o processo de formalização”, disse Cáritas Ribeiro.

A ambulante Joana Ferreira, 67 anos, da barraca da Tia Joana, trabalha há mais de 20 anos na Praça da Bíblia, e teve acesso às informações da capacitação através das reuniões realizadas pela Sempe. “Eu acredito que os quiosques personalizados da Prefeitura vão trazer muita melhoria em termos de crescimento, organização, higiene e uma melhor divulgação dos produtos”, pontua.

A Prefeitura de São Luís se preocupou em ver o porte de cada ambulante e, de acordo com a realidade de cada um, foi atribuído a eles quiosques ou unidades móveis como bike lanches. Os ambulantes que já trabalham a mais tempo e possuem uma estrutura maior, receberão quiosques padronizados que serão construídos pela Prefeitura.

A segunda etapa da capacitação está prevista para acontecer nos dias 4, 5 e 6 de fevereiro com as seguintes oficinas: Boas Práticas em Manipulação de Alimentos (4 e 5) e Bombons Regionais (6) por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa).

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem