agencia

Notícias

Sábado, 15/02/2020 - 08h45

Trabalho realizado pela Prefeitura de São Luís na prevenção às ISTs é reconhecido pelo Ministério da Saúde

São Luís foi selecionada para o projeto Oficina de Pactuação da Agenda do Projeto Estratégico de Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) pelos bons serviços prestados no atendimento a pessoas infectadas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Trabalho realizado pela gestão do prefeito Edivaldo na prevenção às ISTs é reconhecido pelo Ministério da SaúdeSão Luís é uma das nove capitais selecionadas no país pelo Ministério da Saúde (MS) para execução do projeto Oficina de Pactuação da Agenda do Projeto Estratégico de Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) da pasta federal, que servirá de base para melhorias em unidades de assistência contra Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) em países da América Latina. A capital foi escolhida, de acordo com o MS, pelos bons serviços prestados no atendimento a pessoas infectadas com doenças relacionadas ao ato sexual e outras formas de contaminação, uma das frentes de atuação da política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

O projeto, que deve começar em março deste ano e que terá como polo para funcionamento na capital o CTA Lira (situado na Praça do Lira, Centro), será acompanhado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) - unidade internacional referência na saúde pública. A confirmação da escolha de São Luís foi feita nesta sexta-feira (14), em reunião em Brasília (DF), que contou com a participação de integrantes da coordenação municipal das ISTs/AIDS e Hepatites Virais da capital maranhense, além da direção-geral do CTA Lira.

“É uma excelente oportunidade que estamos tendo com esse projeto já que podemos identificar o trabalho assertivo e atencioso que a Prefeitura tem realizado na cidade através das  políticas da gestão do prefeito Edivaldo voltadas ao combate e tratamento das IST/AIDS e Hepatites Virais. Esse projeto irá reforçar o trabalho que estamos realizando no enfrentamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis”, disse o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.  

No total, ainda segundo informações do MS, foram mais de 500 CTAs que participaram da seleção e, de acordo com a pasta, a pactuação levantará indicadores e definirá, nos próximos meses, as diretrizes de monitoramento dos casos de ISTs. A partir daí, políticas serão elaboradas e contarão com o financiamento do Ministério da Saúde e da OPAS.

O coordenador municipal do programa IST/AIDS e Hepatites Virais de São Luís, Wendel Alencar, cita a importância da escolha para a cidade. “É importante a escolha, pois demonstra que São Luís tem se tornado referência no enfrentamento das ISTs/AIDS, consequência do trabalho que estamos realizando, com a orientação do prefeito Edivaldo,  focado nos testes rápidos, palestras além de tratamento para aqueles que necessitam”, disse.

Além da oferta dos CTAs Lira e Anil, e do SAE no Centro de Saúde do Bairro de Fátima, a estratégia para o controle das ISTs envolve palestras e trabalhos de aconselhamento em estabelecimentos comerciais.

No pré-Carnaval da capital maranhense, as ações de prevenção de IST/AIDS e Hepatites Virais ocorrem em vários pontos. Na quinta-feira (13), o Secretário Municipal de Saúde, Lula Fylho, e a equipe do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), visitaram profissionais do sexo e distribuíram preservativos e géis lubrificantes no Terminal do Anel Viário em São Luís.

Na sexta-feira (14), a partir das 19h, as ações estarão concentradas nos bares da Avenida Litorânea e bares da Lagoa da Jansen. No sábado, (15), a partir das 15h, a equipe estará na Beira-Mar e no domingo (16), às 8h30, as equipes estarão na Feirinha São Luís, na Praça Benedito Leite.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem