agencia

Notícias

Segunda-feira, 06/07/2020 - 15h20

Com construção de pontes, Prefeitura muda realidade dos moradores dos bairros Jardim São Cristóvão, Fumacê, Recanto Verde e Vila Itamar

Com o programa São Luís em Obras, Prefeitura está investindo em ações de mobilidade e trafegabilidade e garantindo mais segurança e qualidade de vida para moradores destas áreas

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Com construção de pontes, Prefeitura muda realidade dos moradores dos bairros Jardim São Cristóvão, Fumacê, Recanto Verde e Vila Itamar

Por meio do programa São Luís em Obras, a Prefeitura de São Luís está executando intervenções urbanísticas importantes em pontos estratégicos da cidade. Destaque para a construção de pontes de concreto armado, que estão substituindo antigas e improvisadas armações, muitas delas feitas pela própria comunidade, em bairros como Jardim São Cristóvão, Fumacê, Recanto Verde e Vila Itamar. Nestes locais há volume de enxurrada em períodos de chuva e a mobilidade é prejudicada pelos constantes alagamentos. Em resposta, a Prefeitura de São Luís está investindo em ações de mobilidade, trafegabilidade e mais segurança para moradores destas áreas.

“A construção de pontes e outras obras estruturantes são essenciais para que possamos levar cada vez mais benefícios para as comunidades, muitas delas tendo que conviver com problemas históricos de infraestrutura, falta de saneamento e outros serviços. Com a urbanização que a nossa gestão está executando nestas localidades, vamos poder levar mais qualidade de vida às famílias que hoje vivem em situações de difícil acesso e sob risco de alagamentos”, afirmou o prefeito Edivaldo.

Neste quesito, uma das frentes de trabalho mais avançadas atualmente é a construção da Ponte do Baixão, localizada no Jardim São Cristóvão. Em fins de junho último foi concluída a concretagem da pré-laje e, nesta semana, estão sendo preparadas as estruturas para a instalação destas peças. O prefeito Edivaldo este no último sábado vistoriando a obra. 

A pré-laje consiste blocos de concreto armado pesando cerca de 12 toneladas cada. São cinco blocos iguais, que serão içados com guindaste e fixados na estrutura de sustentação da ponte. No canteiro de obras, estão sendo preparadas bases para receber a pré-laje, isto é, estão sendo feitos os escoramentos para o tabuleiro.

A pré-laje, após serem instaladas todas as peças, vai receber mais uma camada de ferragens e cimento, isto é, vai se tornar uma laje propriamente dita. A etapa seguinte será a pavimentação e a construção dos passeios e muretas de proteção.

“A gente esperou muitos anos por uma obra como esta. No passado houve muito alagamento nesta área por causa das fortes chuvas e a ponte que existia ficava em baixo d’água sempre, um risco para todos que precisavam atravessar de um lado para o outro. Esperamos que, agora, este problema seja resolvido”, ponderou Francisca Castro Mendes, que mora há seis anos na Avenida 2, próximo à cabeceira da ponte.

A Ponte do Baixão está no final da Avenida 2, fazendo ligação com a Avenida Paulo VI, sobre o trecho do Rio Paciência. O projeto prevê a uma estrutura com 10 metros de extensão e passeio para pedestres nas duas laterais. Também está previsto o asfaltamento das duas avenidas e outras vias do entorno e implantação de tubulação para drenagem da água das chuvas.

RECANTO VERDE

Localizado na zona rural de São Luís, ao longo da rodovia BR-135, a Prefeitura está construindo uma ponte de concreto interligando os bairros Recanto Verde e Vila Itamar. Nesta semana foi concluída a cravação das estacas em um dos segmentos da ponte, onde, nesta sexta-feira (3), estavam sendo preparadas as ferragens para a próxima etapa de concretagem.

“A gente reparou que a obra poderia estar mais avançada, mas a chuva forte que caiu nas últimas semanas atrapalhou um pouco os trabalhos. Essa ponte vai ser muito importante para a comunidade, pois pode solucionar um problema antigo desta área”, ponderou Francisco de Assis, presidente da Associação de Moradores do Recanto Verde.

A Ponte do Recanto Verde será construída em concreto armado com 36 metros de extensão e 10,5 metros de largura, com passeio para pedestre nos dois sentidos e drenagem pluvial. O projeto prevê ainda asfaltamento de vias e outras melhorias na região.

“Eu passo por este local todos os dias, pois moro nas proximidades e preciso atravessar esta passagem improvisada para chegar à parada de ônibus. Em época de chuva forte não dá para passar, pois fica tudo inundado. A gente espera que a construção da ponte nos dê mais segurança para atravessar de um lado para outro”, comentou Elza Maria Pereira Barbosa, de 29 anos, estudante de Serviço Social.

FUMACÊ

Na área Itaqui-Bacanga, uma das regiões mais populosas da capital, a Prefeitura está executando uma frente ampla de serviços de infraestrutura. Na localidades está sendo construída, simultaneamente, uma ponte de concreto armado e mais duas galerias de drenagem profunda. Está prevista ainda a pavimentação de quatro quilômetros de ruas no bairro.

A ponte está sendo construída no cruzamento da Rua Dr. Salomão com a Avenida Polinésia e terá 10 metros de extensão. A nova estrutura, feita em concreto armado, substituirá a ponte velha, que foi improvisada de madeira e que era utilizada pela população. Nesta semana foi concluída a cravação das 16 estacas de concreto, que darão sustentação para as demais estruturas da ponte.

Paralelamente à construção da ponte, a Prefeitura está executando obras de drenagem na Avenida do Vaticano e também na Rua do Entroncamento, nas proximidades da Avenida Polinésia.

São cerca de 160 metros de galeria dupla, feitas de concreto armado, na Avenida do Vaticano. Na Rua do Entroncamento são aproximadamente 130 metros de galeria simples, também feitas de concreto armado. O local está passando por um processo de limpeza da vala, com máquinas retroescavadeiras para retirada de material pesado e também o lodo acumulado.

“Alagava demais aqui em época de chuva, transbordando a enxurrada para dentro das casas. A gente espera que essa obra melhore a situação desta comunidade”, afirmou Deleon da Conceição Santos Silva, que mora há 35 anos no bairro Fumacê.

SÃO LUÍS EM OBRAS

A construção de novos acessos integra a política de ampliação da infraestrutura urbana e da malha viária da gestão do prefeito Edivaldo, que tem avançado por toda a cidade com dezenas de frentes de trabalho, com a reforma de espaços públicos, construção de escolas, pavimentação de diversos bairros, obras de macrodrenagem, intervenções no trânsito, reforma de mercados, unidades de saúde e escolas, além de já ter executado em 2019 mais de 200 km de pavimentação em diversas regiões da capital, ampliando os investimentos já realizados para a melhoria da infraestrutura da capital.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem