agencia

Notícias

Sexta-feira, 13/02/2015 - 10h06

Prefeitura busca parcerias para o programa 'São Luís Cidade Jardim'

O Programa "São Luís Cidade Jardim", lançado pelo prefeito Edivaldo em outubro do ano passado, ganhará impulso com novas parcerias que estão sendo captadas pela primeira-dama e madrinha do programa, Camila Vasconcelos, e pelo presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), Luís Carlos

A- A+ Tamanho da Letra
Da Redação - Agência São Luís

Reunião da primeira-dama Camila Vasconcelos com os superintendentes do Banco do Brasil.

 Clique aqui e veja a galeria de fotos desta matéria

O Programa "São Luís Cidade Jardim", lançado pelo prefeito Edivaldo em outubro do ano passado, ganhará impulso com novas parcerias que estão sendo captadas pela primeira-dama e madrinha do programa, Camila Vasconcelos, e pelo presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), Luís Carlos Borralho.

Ao longo desta semana foi realizada uma série de visitas a diferentes setores com o intuito de ampliar o número de parceiros do programa, que prevê ações conjuntas com empresas privadas, instituições de diversos segmentos e o envolvimento da sociedade, a fim de realizar intervenção paisagística em vários espaços da cidade.

"Estamos visitando possíveis parceiros e já temos a sinalização positiva da Secretaria de Estado da Educação e também no Sinduscon, onde recebemos o apoio do presidente. As parcerias representam uma ação efetiva em favor de uma cidade mais aprazível ambientalmente. A junção das forças só tem a contribuir para que o projeto se consolide como uma ferramenta que proporciona conscientização ambiental e o interesse pela sustentabilidade", frisou a primeira-dama, destacando ainda que desde que recebeu o convite para ser madrinha do programa tem dedicado seu tempo ao programa. "Eu venho somar junto ao programa que já vem sendo desenvolvido desde o ano passado", completou.

A agenda de trabalho incluiu ainda visitas ao Banco do Brasil e à creche Maria de Jesus Carvalho, onde o projeto já foi implantado, com a criação de um jardim, e agora será ampliado com a implantação de uma horta ecológica, com o apoio financeiro da Cemar, que já é parceira do programa. "Nas próximas semanas teremos ainda uma agenda intensa de captação de parcerias e de fechamento de negócios já das primeiras adesões do Cidade Jardim", contou Luís Borralho.

O presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado, Fábio Nahuz, fechou a parceria com o apoio a três vertentes do programa, que são a recuperação de praças, de canteiros e contribuição para o "Fundo do Cidade Jardim", cujo recursos são utilizados na execução de trabalhos de manutenção de espaços públicos e a realização de pequenas obras. "O Sindicato vai participar dessas três vertentes do programa que é muito importante para a cidade e também vamos sensibilizar os empresários para aderirem ao projeto", disse Fábio Nahuz.

Para desenvolver o eixo Jardim da Minha Empresa, o Instituto Municipal de Paisagem Urbana resgatou lei sancionada em 2008 e regulamentada em maio de 2014, pelo prefeito Edivaldo, possibilitando que empresas adotem espaços públicos da cidade. Pela lei, a empresa adotante estabelece com o poder público um termo de cooperação no qual estão previstos prazos em que esta ficará responsável pelo financiamento do projeto de paisagismo elaborado pelo Impur, em período determinado. Em contrapartida, a empresa fica licenciada de utilizar o espaço com publicidade padronizada pelo instituto.

Com o Banco do Brasil foi formatada a possibilidade de apoio aos produtores de mudas e plantas ornamentais e ainda o investimento direto do banco no programa. Durante a visita, Luis Borralho e a primeira-dama apresentaram detalhes do programa ao superintendente Regional em São Luís, Cristiano Carvalho. O superintendente destacou que o banco tem um braço da Fundação Banco do Brasil onde algumas das ações do programa municipal poderão ser inseridas. "O Banco do Brasil tem muito apreço por esse tipo de projeto, que será analisado com muita atenção pela nossa equipe", revelou Cristiano.

As primeiras tratativas com a Secretaria de Estado de Educação sinalizaram para mais uma parceria institucional entre os dois poderes. A secretária de Educação, Áurea Prazeres, disse que vai trabalhar para que o programa seja efetivado também na rede estadual de ensino. "É uma excelente ferramenta educacional para mobilizar os alunos em temáticas que dizem respeito à conscientização ambiental e só tem a agregar valor ao processo educacional de nossos alunos", disse.

Encerrando a agenda desta semana a primeira-dama e o presidente do Impur estiveram na Creche Maria de Jesus Carvalho, na Camboa, espaço escolhido pela Prefeitura de São Luís para o plantio de 348 mudas de espécies diferenciadas no jardim, ainda ano passado, tornando o local mais agradáveis para funcionários e crianças, criando ações que despertem o sentimento de pertencimento daquele jardim nas crianças e ainda ajudando a sensibilizá-las para a questão ambiental.

A visita foi acompanhada pela secretária-adjunta da Secretaria Municipal de Educação, Leônia Queiroga, pelo diretor da creche, Aquiles Berrêdo, pela engenheira Ambiental da Cemar, Welcione Oliveira, e professores.

O gestor da creche, Aquiles Berrêdo, disse que o a implantação do programa na escola criou um ambiente mais agradável para alunos e professores que trabalham no local. "Temos aqui não só o envolvimento das crianças e professores, mas, também, das mães dos alunos que no ajudam neste trabalho.

As primeiras mudas da horta foram plantas há pouco mais de 15 dias é começam a brotar para a alegria de todos. No local foram plantados, cheiro-verde, cebolinha, couve, pimentão; plantas medicinais como capim-limão e, ainda maracujá e mamão. "Esses produtos serão usados na alimentação das crianças, na creche, e o excedente será doado para as mães que nos ajuda no trabalho", revelou o diretor.

O comprometimento da equipe com o projeto foi o que, segundo Welcione Oliveira, levou a Cemar a investir no trabalho. "A questão ambiental e o paisagismo é uma preocupação da Cemar e por isso somos parceiros neste programa, onde aqui é tão bem representado", disse.

SOBRE O PROGRAMA

Estruturado em oito eixos (Jardim da Minha Empresa, Jardim da Minha Escola, Portais da Minha Cidade, Jardim da Minha Casa, Jardim da Minha Rua, Jardim da Minha Praia, Minha Calçada e Minha Árvore), o programa tem como meta, ao fim da gestão, totalizar 20 rotatórias e 40 praças adotadas, arborização de canteiros centrais em avenidas e o plantio de 1 milhão de árvores. Além da arborização e melhoria da qualidade de vida para a população, um dos objetivos do projeto é fomentar o turismo acrescentando mais atrativos à cidade.

Para se tornar parceiro do programa e adotar um espaço público, o interessado deve apenas sinalizar ao instituto. O Impur realizará então uma visita ao adotante e será elaborado um Termo de Cooperação Técnica entre as partes. Os interessados podem obter mais informações pelo telefone (98) 3212-5159 ou pelo e-mail impur.prefeiturasl@gmail.com.